MENU

23/04/2021 às 21h57min - Atualizada em 23/04/2021 às 21h57min

BREAKING: 2° caso de coagulação sanguínea ligada à vacina AstraZeneca confirmado em Ontário

Segundo familiares, a condição do paciente "ainda é incerta" e ele precisará de tratamento na unidade de terapia intensiva no "futuro previsível"

Redação North News
com informações do CTV News Toronto
Foto: Global News
 
Um segundo caso de coagulação do sangue ligado à vacina AstraZeneca contra a Covid-19 foi confirmado em Ontário, confirmaram autoridades de saúde na noite dessa sexta-feira.

De acordo com o Departamento de Saúde Pública de Hamilton, um homem na casa dos 60 anos de Hamilton está recebendo cuidados no hospital após desenvolver rara coagulação sanguínea, conhecida como trombocitopenia trombótica imunológica induzida por vacina, após sua primeira dose da vacina AstraZeneca.

Este caso surge poucas horas depois de o Diretor Médico de Saúde, Dr. David Williams, dizer que outro homem de Ontário na casa dos 60 anos está se recuperando em casa depois de sofrer o mesmo problema.


Estado crítico no hospital
Ao CTV News Toronto, na noite dessa sexta-feira, o filho do homem de Hamilton que sofreu a coagulação disse que seu pai está em um estado crítico no Hospital Geral de Hamilton.

"Ele está no hospital desde 18 de abril. 
O diagnóstico foi um derrame grave devido a um coágulo de sangue no cérebro", disse o filho, que não quis ser identificado para proteger a privacidade da família. 

Ele disse que seu pai recebeu a vacina no início de abril e estava bem até que ele começou a ficar confuso cerca de duas semanas depois.

Segundo o filho, a condição do homem "ainda é incerta" e ele precisará de tratamento na unidade de terapia intensiva no "futuro previsível".

"No final das contas, meu pai precisará de cuidados pelo resto de sua vida se algum dia sair do hospital. É uma coisa em um milhão que isso aconteceria com nossa família".

Casos de coagulação sanguínea ligados à vacina foram relatados em todo o mundo e em outras partes do Canadá, mas os especialistas dizem que os casos são raros.

"Embora essas reações graves permaneçam extremamente raras, existe um processo robusto em vigor para monitorar quaisquer eventos adversos e tomamos medidas para garantir que esses eventos sejam identificados e tratados o mais rápido possível", disse a Diretora Médica de Saúde de Hamilton, Dra. Elizabeth Richardson, em um comunicado nessa sexta-feira.

Uso da vacina 
AstraZeneca-Oxford
O Comitê Consultivo Nacional de Imunização do Canadá (NACI) aconselhou as províncias a pausar o uso da vacina AstraZeneca-Oxford Covid-19 em pessoas com menos de 55 anos por causa das questões de segurança.

Na quinta-feira, o comitê revisou sua recomendação e disse que a vacina agora pode ser oferecida a pessoas com 30 anos ou mais.

De acordo com a Health Canada, os benefícios da vacina AstraZeneca superam os riscos de contrair Covid-19, e a agência aprovou o uso da vacina para pessoas com 18 anos ou mais.

No início desta semana, o governo de Ontário começou a oferecer a vacina para pessoas com 40 anos ou mais em farmácias e serviços de atenção primária.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.2%
8.3%