MENU

14/06/2021 às 13h02min - Atualizada em 14/06/2021 às 13h02min

Enfermeira de casa de repouso em Brampton é acusada de reter medicamentos

Angeline Richardson-McKenzie era enfermeira na Holland Christian Homes

Redação North News
Toronto Sun
FILES /Postmedia

A polícia na região de Peel acusou uma enfermeira em uma casa de cuidados de longa duração em Brampton, após uma investigação sobre os residentes que não receberam os medicamentos prescritos.

 

A investigação começou no início deste mês após a gestão da Holland Christian Homes, perto de McLaughlin Rd. S. e Steeles Avenue W. receber reclamações sobre residentes que não recebiam medicamentos prescritos por médicos.

 

A polícia de Peel disse que uma investigação subsequente descobriu 11 vítimas na casa, todas com níveis variados de capacidade cognitiva.

 

Todos os afetados foram avaliados clinicamente e suas famílias notificadas.

 

Angeline Richardson-McKenzie, de Brampton, 59 anos, foi presa na sexta-feira, acusada de 11 acusações de não fornecer as necessidades vitais.

 

O CEO da Holland Christian Homes, Ken Rawlins, disse ao Sun que foram alertados sobre o problema por um membro da equipe na residência Grace Manor do centro.

 

“Realizamos imediatamente uma investigação interna e, como resultado dessa investigação, encerramos nosso relacionamento com aquela mulher”, disse ele, referindo-se à acusada.

 

“Notificamos os familiares dos residentes que podem ter sido afetados pela situação e temos o compromisso de manter os residentes e familiares informados”.

 

Ele confirmou que nenhuma das vítimas sofreu quaisquer efeitos adversos, conforme confirmado pelo diretor médico da instalação.

 

Qualquer pessoa com informações deve ligar para a polícia de Peel ou para o Crime Stoppers.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.2%
7.6%