MENU

24/06/2021 às 23h48min - Atualizada em 24/06/2021 às 23h48min

Voltando à Fórmula-1

Temporada 2021 trouxe emoção à categoria mais veloz do automobilismo

Leandro Mendonça
F1/Twitter


O Jornal North News voltou ao meio automobilístico assim como muitos brasileiros. Hoje, a categoria mais veloz do Mundo está a plenos vapores.

Desde o luto pelo falecimento de Ayrton Senna, no dia 1º de maio de 1994, que o brasileiro não acompanha tão de perto a categoria. Mesmo sem pilotos do Brasil no Grid é possível passar dias vendo os treinos e aos sábados o classificatório, sem falar das corridas que tem levado os torcedores à loucura.

Durante seis anos a Mercedes dominou o cenário da Fórmula-1. O piloto britânico Lewis Hamilton quebrou todos os recordes possíveis e colocou sua equipe como a primeira a conquistar um hexacampeonato consecutivo, feito que nem a poderosa Ferrari de Schumacher alcançou. Sem falar do número de títulos conquistados pelo inglês (7), que pode se tornar o primeiro octacampeão da categoria.

Mas uma poderosa adversária vinha crescendo ao longo dos anos. A Red Bull de Max Verstappen vinha se desenvolvendo nos treinos do início da temporada. O motor Honda roncava mais alto, o piloto mexicano Sergio Pérez passou a figurar entre os primeiros do Grid e assim o Império da Mercedes começou a ruir.

Após sete corridas, Verstappen lidera o campeonato com 131 pontos e Hamilton o segue de perto com 119. No Mundial de Construtores a Red Bull tem 215 pontos contra 178 da Mercedes. A próxima etapa vai ser disputada no GP da Estíria, na Áustria. O treino classificatório acontece no sábado, às 10 horas de Brasília. A corrida será disputada no mesmo horário, no domingo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.4%
5.2%
8.4%