MENU

29/06/2021 às 13h22min - Atualizada em 29/06/2021 às 13h22min

Cidades e negócios em Ontário não vão comemorar o Canada Day este ano

St. Catharines é a última cidade a cancelar o Dia do Canadá para reconciliação

Redação North News - Amanda Rodrigues Leal
Narcity
Muskoka Stock Photos/Shutterstock

Os pedidos para cancelar as celebrações do Canada Day neste ano estão ficando mais fortes, e os líderes comunitários e proprietários de negócios em Ontário estão entrando em ação.

 

Após as recentes descobertas de sepulturas não marcadas, muitas contendo restos mortais de crianças em escolas residenciais no Canadá, várias regiões ao redor da província cancelaram suas comemorações típicas de 1º de julho como um gesto de reconciliação e solidariedade com as comunidades indígenas.

 

Wilmot Township, um município perto de Kitchener, foi o primeiro em Ontário a cancelar todas as celebrações presenciais e virtuais neste ano, em um esforço para "se reunir em torno [das comunidades indígenas] e dar-lhes espaço para que tenham seus traumas e tristezas," de acordo com a coordenadora de eventos do Canada Day da Wilmot, Angie Hallman.

 

Na quinta-feira (24), o prefeito de St. Catharines, Walter Sendzik, anunciou que os eventos do Dia do Canadá na cidade foram cancelados para permitir "um momento de reflexão, educação e reconciliação".

 

“É um dia para refletir sobre o tipo de cidadãos que queremos ser”, disse Sendzik. "Pense em como você se sentiria se estivesse de luto e sofrendo uma perda profundamente traumática e seus vizinhos continuassem com celebrações, desfiles e folia."

 

Kenora, no noroeste de Ontário, também está cancelando sua exibição de fogos de artifício em 1º de julho em resposta a uma carta aberta do chefe Vernon Redsky do Lago 40 de Shoal para que as comemorações sejam canceladas. “Adiar esses fogos de artifício é reconhecer que precisamos fazer melhor como sociedade e como nação”, diz o comunicado da cidade.

 

ALGUNS RESTAURANTES DE TORONTO PERMANECERÃO ABERTOS NO CANADA DAY

 

Jen Agg, proprietária de vários restaurantes com sede em Toronto, como Gray Gardens e Bar Vendetta, anunciou que manterá seus restaurantes abertos em 1º de julho.

 

"Não vou comemorar o Dia do Canadá (nunca fiz, mas ESPECIALMENTE não neste ano). Estarei abrindo os restaurantes e doando 15% das vendas em geral para a redução de danos aos indígenas de Toronto", tuitou Agg.

 

A Redução de Danos Indígenas de Toronto é uma iniciativa de base local que fornece refeições e suprimentos para os moradores indígenas da cidade. Agg incentivou outros restaurantes e empresas em Toronto a participarem, se possível.

 

Uma sorveteria popular em Ottawa, a Merry Dairy, anunciou no início deste mês que não abrirá no Dia do Canadá para fazer uma pausa para a reconciliação.

 

A Linha de Crise de Emergência da Indian Residential School Survivors Society está disponível em todo o Canadá 24 horas por dia, 7 dias por semana. Aqueles que precisam de suporte podem ligar para 1-866-925-4419.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.2%
7.6%