MENU

01/07/2021 às 14h09min - Atualizada em 01/07/2021 às 14h09min

Homem de Toronto que supostamente envenenou cereal de crianças agora enfrenta acusação de assassinato em primeiro grau

Francis Ngugi é suspeito de envenenar conscientemente duas crianças após uma festa do pijama

Redação North News
CTV News
CTV News

TORONTO - O homem preso pelo falecimento de uma criança de Toronto que morreu repentinamente após tomar café da manhã em uma festa do pijama agora enfrenta uma acusação de assassinato em primeiro grau.

 

O residente de Toronto, Francis Ngugi, teve suas acusações atualizadas na quarta-feira (30) com a morte de Bernice Nantanda Wamala, de três anos, que morreu em março depois que comeu cereal envenenado, de acordo com relatos da polícia.

 

Ngugi, de 45 anos, também foi acusado de tentativa de homicídio em conexão com outra criança que adoeceu gravemente por comer o cereal.

 

No início deste mês, a polícia disse que Ngugi colocou uma substância controlada, que ele obteve em seu local de trabalho, no cereal matinal.

 

Durante uma festa do pijama, Berenice e outra criança consumiram cereais. Como resultado, as duas foram levadas às pressas para o hospital.

 

Berenice morreu no hospital horas depois de comer o cereal, enquanto a outra criança se recuperou após uma longa internação.

 

Em 21 de junho, Ngugi foi réu de duas acusações de administração de uma substância nociva para colocar a vida em risco, duas acusações de causar danos corporais de forma ilegal e negligência criminosa causando a morte.

 

Essas acusações foram retiradas do tribunal na quarta-feira e substituídas pelas acusações de homicídio em primeiro grau e tentativa de homicídio.

 

Ngugi comparecerá ao tribunal novamente em 31 de julho.

 

As acusações ainda não foram provadas em tribunal.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.2%
7.6%