MENU

05/07/2021 às 12h18min - Atualizada em 05/07/2021 às 12h18min

As restrições da fronteira para canadenses totalmente vacinados começam a diminuir

O período de quarentena ainda está em vigor para todos os outros viajantes.

CBC News
https://www.cbc.ca/news/politics/border-restrictions-1.6090072
Imagem de Rudy Dong / Unsplash

A partir de hoje, canadenses totalmente vacinados e residentes permanentes podem pular a quarentena de 14 dias na chegada ao Canadá, mas ainda não está claro quando as restrições de fronteira serão suspensas para outros viajantes.

 

Cidadãos canadenses e residentes permanentes que têm as duas doses necessárias de uma vacina COVID-19 aprovada para uso no Canadá agora podem renunciar à quarentena de 14 dias, que é uma exigência desde março do ano passado.

 

Esses mesmos passageiros aéreos também poderão ignorar a exigência do governo federal de se hospedar em um hotel aprovado pelo governo.

 

Esta é a primeira vez que canadenses e residentes permanentes terão que apresentar prova eletrônica de sua vacina COVID-19. Os viajantes devem enviar eletronicamente informações relacionadas ao vírus no aplicativo ArriveCAN do governo antes de chegar no país, cumprir os requisitos dos testes negativos antes de embarcar e depois do desembarque e ter um plano de quarentena adequado.

 

Os viajantes são obrigados a apresentar um plano de quarentena adequado "mesmo que você esteja buscando a isenção de vacinação completa", de acordo com o site do governo.

 

O Dr. Sumon Chakrabarti, um médico infectologista da Trillium Health Partners, disse que o cálculo de risco chegou a um ponto em que diminuir as restrições de fronteira faz sentido.

 

"Antes, tudo o que falávamos era sobre o risco de COVID. Mas agora que fomos capazes de neutralizar o vírus com vacinas - essas vacinas são maravilhosas - agora podemos trazer uma compensação de risco", disse ele.

 

"Agora sabemos que é possível trazer viajantes porque a doença não é tão grave."

 

As restrições de viagem entre o Canadá e os Estados Unidos, impedindo todas as viagens não essenciais, incluindo turismo, expiram em 21 de julho deste ano.

 

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse que é muito cedo para dizer como as regras podem mudar até lá.

 

"Quando começarmos a reabrir para que americanos e outros que estejam totalmente vacinados possam entrar no Canadá, dependerá de como isso ocorrer - dos dados que coletaremos, de como conseguiremos manter os canadenses seguros mesmo enquanto fazemos ajustes nas regras", disse Trudeau na semana passada.

 

 

Coautoria: Viktória Matos

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.2%
7.6%