MENU

07/07/2021 às 10h43min - Atualizada em 07/07/2021 às 10h43min

Policial da York Regional Police é acusado de trabalhar como corretor de imóveis durante o serviço

Ele agora é reu de uma acusação de fraude

Redação North News
CP24
CP24

Um policial regional de York está enfrentando uma acusação de fraude depois que a polícia disse que ele supostamente trabalhou como corretor de imóveis quando deveria estar de serviço.

 

Os investigadores dizem que no início deste ano, na primavera, eles começaram uma investigação sobre um policial da unidade de gerenciamento de informações que "trabalhava como corretor de imóveis durante seu horário de trabalho programado na Polícia Regional de York".

 

Ele foi preso e se tornou réu de uma acusação de fraude inferior a US $ 5.000.

 

Nesta terça-feira (06), a polícia o identificou como Jamil Saade, de Markham, 30 anos.

 

Ele deve comparecer ao tribunal em Newmarket em 3 de agosto.

 

Os investigadores dizem que Saade é policial há oito anos.

 

A 2020 Ontario Sunshine List revelou que o agente ganhou $ 112.000 mais benefícios tributáveis ​​de $ 558 naquele ano.

 

A porta-voz da Polícia Regional de York, Const. Laura Nicolle confirmou que o nome do meio do acusado é Antonio.

 

Ela disse que Saade está atualmente suspenso com pagamento de acordo com os termos da Lei de Serviços Policiais de Ontário.

 

A Century 21 Leading Edge Realty em Markham lista um corretor de imóveis chamado Antonio Saade.

 

Um representante da Leading Edge Realty confirmou que Antonio Saade trabalhava na corretora, mas não pôde comentar sobre sua situação atual de emprego.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.5%
5.1%
8.3%