MENU

29/07/2021 às 09h25min - Atualizada em 29/07/2021 às 09h25min

Lar de idosos é cobrado após a remoção das maçanetas dos quartos dos residentes

Tiraram a mobilidade dos idosos infectados com Covid-19

Redação North News
680 News
GOOGLE MAPS

Um homem de Oshawa foi acusado após relatos surgidos no início deste ano de que as maçanetas das portas foram removidas de alguns quartos em uma casa de repouso para evitar que residentes positivos para COVID-19 se movessem livremente pelas instalações.

 

De acordo com o CityNews, um denunciante anônimo apresentou a informação de que um gerente da Residência de Aposentados White Cliffe Terrace em Courtice ordenou que a equipe de manutenção removesse as maçanetas de algumas suítes do quarto andar.

 

O denunciante alega que as maçanetas ficaram fora das portas por vários dias, até que um funcionário da matriz descobriu e reclamou. Ele afirmou que foram instruídos pela administração para não falarem sobre o incidente.

 

Funcionários da casa disseram ter recebido “ameaças” depois que as denúncias se tornaram públicas.

 

Um relatório emitido pelo Retirement Homes Regulatory Authority (RHRA) concluiu que a instalação falhou em proteger seus residentes de negligência e abuso removendo as maçanetas das portas e que os gráficos dos residentes com relação aos planos de cuidados não foram atualizados nos últimos seis meses.

 

A Polícia Regional de Durham afirma que Tawab Karimi, de 40 anos, enfrenta duas acusações de confinamento ilegal. Karimi era o gerente geral da instalação.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%