MENU

03/08/2021 às 11h28min - Atualizada em 03/08/2021 às 11h28min

Liberais de Trudeau mantêm a liderança sobre os rivais antes de possível chamada eleitoral

A pesquisa online não pode ser dada como válida por questões metodológicas, mas os liberais estão com 5% mais intenções de voto do que os conservadores

Redação North News
680 News
THE CANADIAN PRESS/Chad Hipolito

OTTAWA - Os liberais federais permanecem à frente enquanto uma nova pesquisa sugere que os partidos políticos do Canadá estão se mantendo relativamente estáveis ​​em termos de apoio eleitoral apenas algumas semanas antes de uma possível chamada eleitoral.

 

29% dos entrevistados na pesquisa de Leger e da Associação de Estudos Canadenses disseram que votariam nos liberais se uma eleição fosse realizada hoje, o que foi apenas um ponto a mais do que duas semanas atrás.

 

Os conservadores viram um salto semelhante para ficar em segundo lugar com 24%, enquanto o NDP caiu ligeiramente, com apenas 16% dos entrevistados indicando que votariam para os novos democratas.

 

O bloco quebequense e os verdes se mantiveram estáveis ​​com 7% e 4% dos eleitores decididos, respectivamente, enquanto o Partido do Povo do Canadá teve 3%.

 

Os resultados sugerem que houve pouco movimento, já que muitos observadores antecipam que o Primeiro-Ministro Justin Trudeau convocará uma eleição este mês, o que o vice-presidente executivo de Leger, Christian Bourque, diz que pode ser um problema para os conservadores e os novos democratas.

 

“Se vocês são conservadores, a preocupação seria que, se o mandado realmente for retirado em meados de agosto, você entrará nele sem qualquer impulso”, disse ele.

 

“Normalmente os partidos gostam de entrar em uma campanha eleitoral com um pouco de vento nas costas. Mas isso não está acontecendo agora para os conservadores nem para o NDP. É por isso que os liberais estão se mantendo firmes.”

 

No entanto, Bourque também observou que os liberais não estão voando alto, apesar do que parece ser uma satisfação relativa sobre como o governo lidou com a pandemia de COVID-19.

 

“Você pensaria que eles seriam muito mais fortes neste ponto”, disse ele sobre os liberais. “Então, pode haver algumas coisas que os impedem. Outros elementos sobre seu histórico para algumas pessoas, a personalidade do Primeiro-Ministro para outras.”

 

A pesquisa online, conduzida de 30 de julho a 1º de agosto, entrevistou 2.079 canadenses. Não pode ser atribuída uma margem de erro porque as pesquisas baseadas na Internet não são consideradas amostras aleatórias.

 

Os liberais também permaneceram à frente entre os 1.737 entrevistados que se identificaram como eleitores decididos, com 36% dizendo que votariam no partido do governo - um aumento de 2% em relação a meados de julho.

 

Esse leve solavanco parece ter ocorrido às custas do Novo Partido Democrata, sob o líder Jagmeet Singh, que caiu na mesma proporção para 20% dos eleitores decididos.

 

Os conservadores sob o comando de Erin O'Toole se mantiveram estáveis ​​em 29%, inalterado em relação a duas semanas atrás.

 

Bourque sugeriu que a falta de movimento reflete a falta de atenção dos canadenses à política federal enquanto aproveitam o verão após mais de um ano lidando com a pandemia.

 

Também enfatiza a incerteza sobre exatamente quais questões conduzirão as eleições caso o Primeiro-Ministro dissolva o Parlamento e envie canadenses às urnas em setembro ou outubro.

 

“Não sabemos ainda o que se tornará a questão das urnas”, disse Bourque. "Então, eu meio que tomaria cuidado com isso agora."


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%