MENU

23/08/2021 às 10h16min - Atualizada em 23/08/2021 às 10h16min

O Canadá evacuou mais de 1.100 pessoas do Afeganistão

O Ministro da Imigração afirma que o país continuará ajudando na evacuação de refugiados

Redação North News
CTV News
THE CANADIAN PRESS/Sean Kilpatrick

Os voos de evacuação canadenses tiraram mais de 1.100 pessoas do Afeganistão este mês, disse o Ministro da Imigração, Marco Mendicino, no domingo (22), e 40 famílias evacuadas antes que o Talibã marchasse para Cabul já completaram seus períodos de quarentena de COVID-19 no Canadá.

 

“Vimos 12 voos decolando e mais de 1.100 pessoas evacuadas. É um trabalho notável por parte de nossas forças armadas”, disse Mendicino ao Período de Perguntas da CTV.

 

Famílias afegãs começaram a chegar ao Canadá em 4 de agosto. Os esforços de resgate canadenses foram interrompidos por vários dias, que o Primeiro-Ministro Justin Trudeau atribuiu à presença do Taleban no aeroporto de Cabul.

 

Desde que os voos de evacuação foram retomados na quinta-feira (19), disse Mendicino, três aviões levaram mais de 400 pessoas para fora do país.

 

Em uma entrevista coletiva no domingo, Mendicino disse a repórteres que quando os voos de evacuação do Canadá foram retomados em 19 de agosto, um voo de 175 afegãos e 13 estrangeiros deixaram o aeroporto de Cabul, na sexta-feira 106 pessoas foram evacuadas e no sábado mais de 121 pessoas foram evacuado.

 

As primeiras 40 famílias afegãs que chegaram ao Canadá no início deste mês deixaram a quarentena relacionada ao COVID-19 há poucos dias, disse ele.

 

Uma família que chegou a solo canadense em 4 de agosto já cresceu. Uma refugiada que chegou naquele dia deu à luz a uma menina, que é cidadã canadense, disse Mendicino.

 

Enquanto isso, nos Estados Unidos, o major-general William Taylor disse a repórteres no sábado que os EUA evacuaram 17.000 pessoas do Afeganistão, incluindo 2.500 cidadãos norte-americanos. Para ajudar ainda mais seus esforços de evacuação, os EUA anunciaram no domingo que usarão 18 aviões comerciais para transportar pessoas de Cabul.

 

No domingo, a Casa Branca disse que quase 8.000 pessoas foram evacuadas nas últimas 24 horas em voos da coalizão, incluindo voos comerciais e voos militares dos EUA.

 

Com a reabertura das pontes aéreas, há esperança de que o Canadá consiga ajudar mais pessoas a sair do Afeganistão, mas a situação instável no aeroporto de Cabul está dificultando isso.

 

"A situação no terreno é volátil, é precária. Por isso, estamos em contato constante com todas as pessoas que estamos tentando ajudar e demos total discrição operacional às forças armadas para fazerem as ligações necessárias para colocar essas pessoas em voos e, como você viu, fizemos algum progresso, mas há mais trabalho a fazer ", disse Mendicino ao apresentador do Question Period, Evan Solomon.

 

No entanto, o Ministro disse que espera-se que o Talibã cumpra sua palavra de permitir que as pessoas que desejam ir embora sejam liberadas a ir.

 

"Deixamos isso bem claro publicamente e continuaremos a dizer que nossa expectativa é que o Talibã permita que todas as pessoas que tentam deixar o Afeganistão façam isso", disse ele.

 

O ministro da Defesa, Harjit Sajjan, disse a repórteres em uma entrevista coletiva no domingo que a situação no aeroporto de Cabul está mudando a cada hora.

 

"A situação no terreno é extremamente caótica e difícil", disse ele.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%