MENU

18/01/2021 às 17h00min - Atualizada em 18/01/2021 às 17h00min

Toronto recebe mais de 1.900 reclamações sobre pessoas que não usam máscara em condomínios

Um estatuto em vigor desde agosto prevê que moradores usem o equipamento em áreas comuns

Redação North News
Foto: CTV News
 
Toronto confirmou que já recebeu 1.950 reclamações sobre pessoas que não utilizam máscaras dentro de condomínios. Um estatuto em vigor desde agosto exige que os condôminos utilizem o equipamento em áreas comuns, como saguões, elevadores e lavanderias. 

Andrea Gonsalves, porta-voz de Toronto, disse que a prefeitura está de mãos atadas, já que o estatuto não prevê multa ou punição para aqueles que o infringirem. “Os regulamentos provinciais teriam que escrever em um texto que permitisse aos municípios locais, que cumprem seu próprio estatuto como fazemos em Toronto, indicar o que é aplicável e o que não é.”

Atualmente, a cidade só pode cobrar responsabilidade dos proprietários de edifício que cumpram com as diretrizes da cidade em relação à sinalização, educação e política de mascaramento. “Em todos os casos eles cumpriram. Não precisamos cobrar do gerente do prédio por não colocar a sinalização. Isso é o que é aplicável”, disse a porta-voz.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%