MENU

20/10/2021 às 11h06min - Atualizada em 20/10/2021 às 11h06min

Governo Ford exige acesso a banheiro para motoristas de entrega

Lei exigirá que empresas permitam o acesso dos entregadores aos banheiros, com previsão de multas para as que não cumprirem o acordo

Redação North News
City News
THE CANADIAN PRESS/AP-Sue Ogrocki

Encontrar um lugar para usar o banheiro tem sido um problema para os mais de 200.000 motoristas de entrega que circulam ao longo das estradas de Ontário.

 

Agora, o governo Ford está planejando introduzir uma legislação que tornará lei que os trabalhadores de entrega tenham acesso aos banheiros nas empresas onde estão entregando ou recolhendo itens. Será a primeira lei desse tipo em qualquer lugar da América do Norte.

 

O Ministro do Trabalho, Monte McNaughton, está apresentando a nova legislação. Ele disse ao CityNews que começou a soar o alarme sobre este assunto quando a pandemia atingiu o país.

 

“Conversei com muitos motoristas que iam a um armazém ou fábrica para entregar um pedido e havia uma placa na porta dizendo 'volte para o bosque para usar o banheiro'. Verdadeiramente inaceitável, é uma injustiça e esses heróis merecem mais”, disse McNaughton.

 

Se aprovada, a nova lei exigiria que as empresas permitissem que os entregadores tivessem acesso aos banheiros, desde que retirassem ou deixassem um item. Isso cobriria motoristas de caminhão, mensageiros, trabalhadores de entrega de comida e funcionários de entrega dos Correios do Canadá. Não se aplicaria a banheiros em residências privadas.

 

As empresas que não cumprirem podem ser multadas, com as multas aplicadas pelo Ministério do Trabalho.

 

Questionado sobre como as empresas podem acomodar motoristas em seus banheiros, caso, por exemplo, tenham informações confidenciais no escritório, o ministro McNaughton disse que terão que encontrar uma maneira.

 

“Eles vão ter que descobrir. Essas são pessoas-chave em nossa economia que estão entregando bens e isso é importante”, disse ele.

 

Ele diz que os trabalhadores da entrega de alimentos levantaram esta questão como uma preocupação de saúde e segurança e que o governo sentiu a necessidade de agir.

 

McNaughton diz que a mudança faz parte dos esforços mais amplos do governo para proteger os trabalhadores vulneráveis. Na segunda-feira (18), o governo anunciou a intenção de apresentar uma legislação que, se aprovada, exigiria que agências de ajuda temporária e recrutadores tivessem licença para operar na província.

 

O novo mandato proposto para banheiros está recebendo o apoio de algumas associações do setor de entrega.

 

“O Ministro viu um problema e implementou uma solução que sem dúvida servirá de modelo para outras jurisdições na América do Norte”, disse Stephen Laskowski, presidente e CEO da Ontario Trucking Association.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
5.1%
7.3%