MENU

23/10/2021 às 11h45min - Atualizada em 23/10/2021 às 11h45min

Ontário relata menos de 400 novos casos de COVID-19 e a média de 7 dias atinge o mínimo de dois meses

Foram 373 novas infecções, com a maioria dos infectados não estando vacinados ou com vacinação desconhecida

Redação North News
City News
Photo by STR/NurPhoto via Getty Images

Ontário relatou menos de 400 novos casos de COVID-19 neste sábado (23), enquanto a média de sete dias de novas infecções caiu para seu nível mais baixo em mais de dois meses.

 

Autoridades de saúde provinciais confirmaram 373 novas infecções - pela quarta vez nos últimos sete dias a contagem de casos ficou abaixo de 400.

 

Desses novos casos, 264 são em indivíduos não vacinados ou com estado de vacinação desconhecido. Existem 109 novos casos entre aqueles que estão totalmente vacinados.

 

A média de novas infecções em sete dias caiu para 389, a menor desde 11 de agosto.

 

A região de Peel relatou 45 novos casos no sábado, enquanto Toronto acrescentou apenas 41 novas infecções - o menor total em um único dia desde o início de agosto. A Região de York relatou 26 novos casos.

 

Mais de uma semana após o Dia de Ação de Graças e o afrouxamento dos limites de capacidade em certos ambientes internos, o número médio de novos casos de COVID-19 continua a cair, enquanto o número diário de novas infecções permaneceu estável entre 300 a 500.

 

Outras 6 pessoas morreram como resultado do vírus, elevando o total provincial para 9.845.

 

A província diz que 27.243 doses da vacina de COVID-19 foram administradas na sexta-feira, com pouco mais de 9.000 recebendo sua primeira injeção - um aumento em relação ao dia anterior. Quase 84% dos ontarianos elegíveis com 12 anos ou mais são agora considerados totalmente vacinados.

 

Um total de 27.302 testes foram processados ​​nas 24 horas anteriores para uma taxa de positividade de 1,5%.

 

Na sexta-feira (22), a província anunciou que a partir de segunda-feira, serão suspensos os limites de capacidade na “grande maioria” ou ambientes onde é necessária a prova de vacinação, incluindo restaurantes e bares, esportes indoor e recreação, ginásios, cassinos, salas de bingo e estabelecimentos de jogos. Ele disse que vai ficar de olho nos principais indicadores de saúde pública e variantes emergentes do COVID e, salvo quaisquer contratempos, pretende suspender todas as medidas de saúde pública e segurança no local de trabalho até 28 de março de 2022.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
5.1%
7.3%