MENU

12/01/2021 às 08h00min - Atualizada em 12/01/2021 às 08h00min

Aumento de casos Covid-19 entre presos no Canadá 'preocupando' pesquisadores

Só em dezembro já são quase 2.000 infecções entre marginais

Redação North News
Foto: Correctional Services of Canada
Novos casos Covid-19 nas últimas semanas ultrapassaram o total dos primeiros nove meses da pandemia em prisões e cadeia do Canadá.

É a constatação de pesquisadores e defensores dos Direitos Humanos, que alertam e pedem providencias para esse público.

Os pesquisadores dizem que de março ao final de novembro, houve 1.864 novos casos de coronavírus notificados entre prisioneiros e funcionários penitenciários canadenses.

Desde 1º de dezembro, no entanto, já ocorreram quase 2.000 novos casos.

Os presos foram responsáveis por cerca de 80% dos casos Covid-19 relatados em prisões e cadeias durante a pandemia.

As descobertas foram divulgadas nessa segunda-feira pela Prison Pandemic Partnership e a Canadian Civil Liberties Association.

As duas instituições estão pedindo aos governos provinciais, territoriais e federais que tomem medidas mais ousadas para proteger as pessoas em instituições correcionais.

Abby Deshman, diretora do programa de justiça criminal da associação de liberdades civis, cita a preocupação de que alguns presos não tenham acesso adequado a máscaras ou materiais de limpeza e higiene.

“As pessoas confinadas em nossas prisões e cadeias estão sob alto risco de contrair Covid-19 e de doenças graves e morte como resultado”, disse Deshman.

De acordo com os últimos números do Serviço Correcional do Canadá, 1.211 presidiários federais tiveram resultado positivo para Covid-19, mas desses apenas 73 casos ainda estavam ativos.

Quatro presidiários federais com diagnóstico de Covid-19 morreram desde o início da pandemia.

Desde a disseminação da Covid-19, o Conselho de Liberdade Condicional federal simplificou uma série de suas políticas, observou Mary-Liz Power, porta-voz do Ministro de Segurança Pública Bill Blair.

Desde 1º de março, o número de homens sob custódia federal diminuiu em 1.402, ou mais de 10%, e as mulheres em 51, ou mais de 7%, disse ela.

"Esta tendência de queda na população geral de presidiários federais deve continuar nos próximos meses".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%