MENU

04/11/2021 às 13h18min - Atualizada em 04/11/2021 às 13h18min

Anand concorda com o apelo de Arbor para transferência de casos de má conduta sexual da CAF para civis

As forças armadas têm sofrido muitas acusações de má conduta sexual

Redação North News
CTV News
THE CANADIAN PRESS/Justin Tang

A juíza aposentada da Suprema Corte, Louise Arbor, ordenou ao governo federal para transferir "imediatamente" todos os casos criminais envolvendo alegações de má conduta sexual nas forças armadas para as autoridades civis.

 

A mensagem estava em uma carta enviada por Arbor ao então Ministro da Defesa Harjit Sajjan em 20 de outubro, uma cópia da qual foi obtida pela imprensa canadense.

 

A carta chega seis meses depois que o governo liberal convocou Arbor para encontrar maneiras de lidar com a má conduta sexual nas Forças Armadas canadenses, que tem sido alvo de acusações contra vários oficiais de alto escalão.

 

Arbor escreveu que ouviu dúvidas generalizadas sobre a independência e competência da polícia militar, o que gerou séria desconfiança no sistema de justiça militar, especialmente quando se trata de investigações.

 

Arbor é a segunda juíza aposentada da Suprema Corte a pedir aos militares que transferissem casos criminais envolvendo má conduta sexual para autoridades civis desde junho, quando Morris Fish fez uma recomendação semelhante após uma revisão abrangente do sistema de justiça militar.

 

Naquela época, o governo disse que concordava em princípio com a sugestão de Fish, mas ainda não havia tomado nenhuma providência.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
5.1%
7.3%