MENU

01/12/2021 às 08h51min - Atualizada em 01/12/2021 às 08h51min

A polícia de Toronto coloca mais de 200 membros em licença sem vencimento por causa do mandato de vacina

Policiais civis e militares estão entre os que não tomaram a vacina

Redação North News
City News
Getty

Chegou o prazo para os policiais de Toronto, tanto militares quanto civis, mostrarem sua situação vacinal contra o COVID-19 ou ficarem em casa em licença sem vencimento.

 

Nos últimos números divulgados na terça-feira, 30, os Serviços de Polícia de Toronto (TPS) afirmam que 98% dos mais de 7.400 membros revelaram sua situação de vacinação - 98% deles estão totalmente vacinados.

 

Os 205 funcionários restantes que não foram vacinados ou têm uma condição desconhecida agora estão sendo colocados em uma ausência não remunerada. O TPS diz que 117 são membros militares e os outros 88 são civis.

 

“Nosso objetivo continua sendo garantir a saúde e a segurança de nossos membros, nossos locais de trabalho e do público que atendemos”, disse o chefe de polícia James Ramer em comunicado.

 

“Como fazemos todos os dias, o Serviço está priorizando a linha de frente e a resposta prioritária para garantir que a segurança pública não seja impactada durante este período. Quero garantir ao público que o Serviço está fazendo sua parte para proteger as comunidades que servimos e agradecer aos nossos membros que foram vacinados”.

 

Ainda não se sabe como a perda de mais de 100 policiais afetará as operações policiais.

 

O sindicato que representa os funcionários do TPS, a Toronto Police Association, já havia incentivado todos os membros a tomar a vacina, mas afirma que eles têm o dever de “representar e apoiar todos os membros” independente de sua decisão.

 

“A TPA está desapontada com o fato de o Serviço de Polícia de Toronto ter colocado nossos membros em licença sem vencimento por tomarem a decisão de não divulgar ou não ser vacinados”, diz uma declaração do presidente da TPA, Jon Reid. “Estes são os mesmos membros que serviram abnegadamente à comunidade durante toda a pandemia.”

 

O prefeito John Tory, que faz parte do Conselho de Serviços Policiais, não respondeu diretamente na terça-feira quando questionado se acha que o número de policiais forçados a ficar em casa sem trabalhar impactaria o serviço policial.

 

“Estou muito satisfeito com o fato de que eles foram vacinados em tão grande número”, disse Tory. “Acho que é importante que todos os torontonianos sejam vacinados, sejam eles policiais ou qualquer outra área de trabalho”.

 

Tory diz que apóia fortemente a política de vacinação como forma de proteger a saúde dentro da polícia e da população.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%