MENU

09/12/2021 às 22h03min - Atualizada em 09/12/2021 às 22h03min

Madrasta é considerada culpada de assassinato da enteada de 7 anos no Quebec

A criança morreu após ser levada ao hospital, em 2019

Redação North News
City News
Getty

Uma mulher de Granby, Quebec, foi considerada culpada de assassinato de segundo grau na morte de sua enteada de sete anos.

 

O júri deu seu veredito no tribunal de Trois-Rivières, Quebec, logo após as 15h30 desta quinta-feira (09), o mesmo dia em que começaram as deliberações.

 

A mulher de 38 anos, que não pôde ser identificada para proteger a identidade de seus outros filhos, também foi considerada culpada de cárcere privado.

 

A menina foi encontrada pelas autoridades em estado crítico na casa de sua família em abril de 2019 e morreu no hospital um dia depois.

 

Um paramédico que testemunhou no julgamento da madrasta em outubro disse que a menina não estava respirando e não tinha pulso quando chegou.

 

A Coroa apresentou evidências de que a menina havia sido enrolada em fita antes de sua morte.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%