MENU

14/02/2022 às 11h53min - Atualizada em 14/02/2022 às 11h53min

Lei de Medidas Emergenciais serão aplicadas por Trudeau

Primeiro-Ministro parte para cima de caminhoneiros e manifestantes

Leandro Mendonça
Patrick Doyle/Reuters
Acabou aquele rosto de ‘bom moço’ que Justin Trudeau aparentava. O Primeiro-Ministro disse que a partir desta segunda-feira (14), a Lei de Medidas Emergenciais vão ser anunciadas pelo governo, em Ottawa. Isso significa que a força policial da província e o exército vão ganhar poder para interferir no ‘Comboio da Liberdade’, que cerca o Parlamento há 17 dias, pedindo o fim da obrigação do passaporte vacinal dos caminhoneiros que estão em trânsito entre Estados Unidos e Canadá.
 
A Lei foi criada em 1988, e nunca precisou ser usada, mas sua antecessora levava o nome de ‘Lei de Medidas de Guerra’, demonstrando o poder que o Estado tem ao acioná-la.
 
“Por enquanto não veremos soldados na Wellington Street”, disse uma fonte do governo que pediu anonimato por não poder ceder informações.
 
Justin Trudeau está com uma coletiva de imprensa marcada na tarde desta segunda-feira.
 
Como o jornal North News antecipou na semana passada, Justin Trudeau revelou que colocaria policiais e tropas nas ruas para expulsar os manifestantes dos arredores do Parlamento. Os membros do Comboio da Liberdade não se retiraram e prometeram devolver agressão com ‘armas de fogo’.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%