MENU

29/01/2021 às 08h00min - Atualizada em 29/01/2021 às 08h00min

Justin Trudeau deve anunciar hoje novas restrições de viagens ao exterior durante a pandemia Covid-19

Primeiro-ministro havia ‘alertado’, no início da semana, que tais mudanças viriam a qualquer momento

Redação North News
com informações The Canadian Press
Foto: Sean Kilpatrick/The Canadian Press
 
O primeiro-ministro Justin Trudeau deve anunciar nesta sexta-feira novas restrições a viagens internacionais por conta da disseminação de mais mutações do coronavírus pelo mundo.
 
Trudeau exortou os canadenses por semanas a não fazerem viagens não essenciais para fora do país.
 
Na última terça-feira, ele alertou que o governo federal pode impor restrições a qualquer momento, que poderão dificultar o retorno de quem viajar pra fora do Canadá.
 
Segundo The Canadian Press, Trudeau deve anunciar as novas restrições a tempo de impedir um êxodo de canadenses cansados ​​do inverno de aproveitar as férias de março para férias em climas mais quentes.
 
PRESSÃO
A pressão das províncias é cada vez maior por medidas federais mais rígidas. O primeiro-ministro de Quebec, François Legault, por exemplo, vem pedindo o governo federal exija que qualquer pessoa que retorne do exterior fique em quarentena por duas semanas em um hotel, por conta própria.
 
A expectativa é que o primeiro-ministro, que claramente deixou a porta aberta para essa opção, a adote nesta sexta-feira. Ele também deve anunciar outras medidas para desencorajar ainda mais viagens ao exterior.
 
VIAGENS PROIBIDAS
As viagens não essenciais para o Canadá pela maioria dos estrangeiros foram proibidas desde que a pandemia começou a se espalhar pelo país em março passado. Qualquer pessoa que entrar no país deve ficar em quarentena por duas semanas.
 
O governo federal começou a reforçar essas medidas no início de janeiro. Desde o dia 7, o governo exigiu prova de um teste Covid-19 negativo, feito 72 horas antes do horário de partida, antes que qualquer pessoa tenha permissão para embarcar em um voo para o Canadá.
 
MAIS TESTES OBRIGATÓRIOS
Legault e o primeiro-ministro de Ontário, Doug Ford, pediram que o governo federal imponha também testes obrigatórios na chegada ao Canadá. Ambos sugeriram ainda a proibição de voos de países onde as novas variantes mais contagiosas do vírus estão circulando.
 
O Canadá proibiu temporariamente os voos do Reino Unido depois que o país encontrou em dezembro uma nova mutação da Covid-19. A proibição, no entanto, foi suspensa assim que o requisito de teste antes da partida entrou em vigor.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%