MENU

07/02/2021 às 17h52min - Atualizada em 07/02/2021 às 17h52min

Palmeiras é eliminado do Mundial

Com resultado adverso, o Alviverde demonstrou que o psicológico do time é seu ponto fraco

Leandro Mendonça
Redação North News
Foto: Mohammed Dabbous/Reuters
 
O Palmeiras não vai jogar contra o Bayern. Pelo menos não pela disputa do Mundial de Clubes da FIFA 2020.

O Alviverde entrou em campo, às 13 horas, do Canadá, contra o Tigres, do México e foi derrotado por 1 a 0, com gol do francês Andrés Gignac, aos sete minutos do segundo tempo.

O torcedor palmeirense começou a perceber que a equipe mexicana não se tratava de uma mera surpresa logo aos quatro minutos, quando González subiu mais do que Luan, próximo a pequena área e cabeceou no canto esquerdo de Weverton, obrigando o goleiro a fazer uma defesa sensacional.

Com o passar dos minutos, os times foram se espalhando em campo. Rony, aos 17 minutos, arrematou de fora da área e forçou o experiente Guzmán a espalmar para o lado. 

O Tigres começou a dominar as ações em todos os setores. O meio campo mexicano era conduzido pelo brasileiro Rafael Carioca. Quiñonez e Aquino abasteciam Gignac e González, no ataque.

E aos 32, em bela troca de passes, o Francês, artilheiro do Mundial, chutou com jeito, para bela defesa do goleiro palmeirense. Em seguida, aos 36, Gignac cabeceou com estilo, sem força, mas lá estava Weverton.

O sofrimento palmeirense só aumentava, e o fim do primeiro tempo pareceu uma bela vantagem para quem assistia a partida. Mas a volta do intervalo mostrou que o pior ainda estava por vir.

Aos sete minutos, González foi puxado por Luan dentro da área, resultando uma penalidade infantil. Gignac, que nada tinha a ver com isso, aproveitou para abrir o marcador.

Com o resultado adverso, o Palmeiras demonstrou que o psicológico do time é seu ponto fraco. Mesmo com as trocas feitas pelo técnico Abel Ferreira, colocando jogadores experientes como Willian Bigode e Felipe Melo, surtiram efeito.

O campeão da Libertadores só voltou a assustar os mexicanos aos 32 da etapa final, quando Willian cruzou bola da direita, Luiz Adriano furou e o zagueiro Rodríguez quase marcou contra. E faltando 30 segundos para o fim, Viña arrematou bola da entrada da área, que após desviar no marcador, passou triscando o poste direito de Guzmán.

Fim de jogo e um buraco no coração dos torcedores palmeirenses, que mais uma vez, ficaram pelo caminho rumo ao tão esperado Mundial de Clubes. Para o Tigres, a honra de levar uma equipe mexicana pela primeira vez à decisão Intercontinental.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%