MENU

09/02/2021 às 16h22min - Atualizada em 09/02/2021 às 16h22min

Rota aérea Canadá-Brasil sendo cancelada a partir da próxima semana, anuncia Air Canada

Empresa aérea disse que vai suspender outras 16 rotas

Júnior Mendonça
com informações da CBC News
Foto: Reprodução/Global News
 
A Air Canada divulgou, nessa terça-feira (9), que vai suspender a rota entre Toronto, Canadá, e São Paulo, Brasil, a partir da próxima semana, além de outros 16 destinos. Além disso, a maior companhia aérea do país disse que 1.500 de seus trabalhadores em breve ficarão sem empregos.
 
As péssimas notícias são resultado de novas restrições de viagens e uma redução dramática na demanda por voos.
 
À CBC News a empresa afirmou que “reduzirá temporariamente sua força de trabalho sindicalizada em 1.500 pessoas e em um número ainda indeterminado de cargos de gerência”.
 
A mudança vem logo após uma decisão anunciada na semana passada de encerrar temporariamente todos os voos da Rouge, o que resultou na perda de 80 empregos naquela ocasião.
 
“Isso se deve à introdução do governo federal de uma quarentena obrigatória na chegada, bem como à suspensão contínua dos voos para o México e Caribe", disse o maior sindicato da companhia aérea, o CUPE. Pelo menos 900 dos empregos perdidos virão de membros do CUPE.
 
Suspensões
Também para a CBC News a companhia aérea revelou estar fechando o seu serviço em mais 17 rotas a partir da próxima semana:
 
- Toronto para Fort Myers, Flórida;
- Toronto para Boston;
- Toronto para Washington, DC (Reagan);
- Toronto para Denver;
- Toronto para Nova York (LaGuardia);
- Montreal para Boston;
- Montreal para LaGuardia;
- Vancouver para Seattle;
- Toronto para Bogotá, Colômbia;
- Toronto para Dubai;
- Toronto para São Paulo, Brasil;
- Toronto para Hong Kong;
- Toronto para Tel Aviv, Israel;
- Montreal para Bogotá, Colômbia;
- Vancouver a Londres, Reino Unido;
- Vancouver a Tóquio (Narita);
- Toronto para Dublin, Irlanda.
 
Para o analista independente de companhias aéreas, Rick Erickson, a notícia é “outro golpe sério para o setor de transportadoras aéreas do Canadá”. Ele disse ter ficado surpreso com as suspensões das rotas, porque nem todas são para os destinos atingidos pelas últimas restrições de viagem anunciadas pelo primeiro-ministro, Justin Trudeau.
 
Segundo Rick Erickson, a saída da Air Canada dessas rotas não fará muito para limitar as viagens, porque as companhias aéreas estrangeiras provavelmente manterão seus serviços. “A situação é terrível. As transportadoras aéreas não tiveram escolha a não ser continuar a fazer cortes”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%