MENU

13/02/2021 às 18h09min - Atualizada em 13/02/2021 às 18h09min

Caças ilegais a coiotes em Ontario são denunciadas por organizações de preservação

Luana Saturnino
Com informações de Toronto Wildlife Centre, BlogTO, The Guardian

Uma loja de produtos para caçadores em Belleville resolveu organizar um evento ilegal: uma caçada a coiotes da regiao em fevereiro. A loja incentiva caçadores a participarem do concurso onde quem matar os maiores coiotes do entorno leva prêmios. Caçar por ganho financeiro e qualquer tipo de premiaçao é ilegal pelas regras que regulamentam a atividade no Canada, que deve ser atividade de subsistência.

 

Os organizadores afirmam que essa ação serve para controlar a população de coletes, que se alimentariam dos cervos que também são caçados por humanos. Muitas pessoas também utilizam fake news para promover o extermínio de coiotes em Ontario, como alegar ataques falsos a cães. 

 

No entanto, o Toronto Wildlife Centre (Centro de vida Selvagem de Toronto) está alertando a toda a população o quanto o extermínio dos animais é perigoso para o equilíbrio da vida selvagem. “Existem muitos conceitos errôneos sobre os coiotes e o perigo que eles representam é frequentemente exagerado ou impreciso. Recentemente, vários veículos de notícias publicaram sensacionalistas na mídia sobre histórias de ataques de coiote a cães. Esses incidentes trágicos infrequentes podem alimentar medos ilegítimos e até ações desumanas contra a espécie - como terríveis competições de matança de coiote”, escreveu a organização em seu perfil no Instagram. 

 

Apesar de ter a imagem de vilão injustamente construída, o coiote é necessário até para a saúde da população humana e pode ajudar fazendeiros. Estes animais tem como algumas presas espécies que podem carregar o vírus da raiva para galinheiros e lares, além do controle de roedores. Além disso, organizações de preservação ambiental alertam: os coiotes são facilmente confundidos com lobos algonquin, uma espécie nativa da região dos Grandes Lagos no Canadá. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%