MENU

22/02/2021 às 11h08min - Atualizada em 22/02/2021 às 11h08min

(Vídeo) Após explosão de motor no ar, Boeing recomenda suspensão de voos com jatos 777

Motor explodiu no ar e lançou destroços sobre Denver, nos Estados Unidos, no fim de semana

Redação North News
com informações da CNN
Foto: @speedbird5280 (Hayden Smith) via Instagram
 
A Boeing recomendou que seja suspenso o uso de jatos 777 com o mesmo tipo de motor que explodiu no ar e lançou destroços sobre Denver, nos Estaos Unidos, no fim de semana. No incidente, que aconteceu no último sábado (20), a turbina de uma aeronave da United Airlines pegou fogo e assustou passageiros em voo entre Denver e Honolulu.

De acordo com os dados de registro mais recentes, as únicas companhias aéreas que operam com os motores afetados estão nos Estados Unidos, Japão e Coréia do Sul. A United é a única operadora dos EUA com esse tipo de motor em sua frota.

No domingo, a companhia aérea United Airlines anunciou que suspenderá o uso de todos os seus aviões Boeing 777 que hoje estão em serviço utilizando o tipo de motor - um total de 24 aeronaves. A medida é tomada após a agência reguladora Federal Aviation Administration (FAA) solicitar que inspeções fossem intensificadas para investigar o incidente. 

A companhia aérea anunciou no domingo que suspenderá o uso dos 24 aviões imediatamente "por precaução". A mudança é voluntária e temporária, disse a United, e deve afetar apenas "um pequeno número de clientes". 




O anúncio foi feito depois que a FAA emitiu uma ordem de emergência dizendo que intensificaria as inspeções dos aviões Boeing 777 equipados com determinados motores Pratt & Whitney PW4000.

"Revisamos todos os dados de segurança disponíveis após o incidente de sábado. Com base nas informações iniciais, concluímos que o intervalo de inspeção deve ser aumentado para as pás ocas do ventilador que são exclusivas deste modelo de motor, usado exclusivamente em aviões Boeing 777”, afirmou o administrador da FAA, Steve Dickson.

O National Transportation Safety Board anunciou no domingo que uma análise inicial do motor Pratt & Whitney PW4077 do voo 328 da United Airlines mostrou que duas pás do ventilador foram danificadas e as pás restantes exibiram danos "nas pontas e arestas de ataque". Essas são conclusões preliminares e não devem ser consideradas conclusivas sobre o que deu errado no sábado, mas ainda são significativas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%