MENU

02/03/2021 às 10h31min - Atualizada em 02/03/2021 às 10h31min

Toronto alerta sobre aumento no número de guaxinins doentes

Prefeitura orienta que as pessoas mantenham distância dos animais

Beatriz Kina
Em um comunicado, a cidade de Toronto acusou hoje (2) um aumento no número de guaxinins doentes e feridos e casos relatados de mordidas e arranhões. “A cidade de Toronto aconselha os residentes a evitar o contato físico com guaxinins e todos os outros animais selvagens”, escreveu em um comunicado.

O contato físico inclui não somente acariciar os bichinhos, mas também alimentá-los. "Os residentes que podem ter tido contato físico com um guaxinim ou outro animal selvagem devem consultar um profissional de saúde imediatamente para serem avaliados."


“Embora o risco de raiva seja baixo em Toronto, a doença é fatal se não tratada”, alertou a prefeitura. Toronto recomenda que a população: 
  • Não alimente animais selvagens, como guaxinins e esquilos, nem os mantenha como animais de estimação.
  • Fique longe de todos os animais selvagens, incluindo guaxinins, sejam eles domesticados, feridos ou doentes.
  • Certifique-se de que as vacinas anti-rábicas de seus animais de estimação estão em dia.
  • Sempre supervisione os cães e mantenha todos os animais longe de animais selvagens. Os cães não devem correr soltos em espaços públicos, exceto em parques sem coleira.
  • Não alimente animais de estimação fora. Alimentos para animais de estimação deixados de fora atrairão guaxinins e animais selvagens.
  • Descarte adequadamente os resíduos em sua propriedade em lixeiras. Os guaxinins comem composto e lixo deixado no chão.
  • Casas e quintais à prova de vida selvagem.
  • Sempre leve a sua lixeira verde e os recipientes de lixo para a calçada na manhã da coleta e não na noite anterior.
  • Todo animal é capaz de um comportamento imprevisível.

Se for mordido, arranhado ou exposto a um guaxinim ou outro animal selvagem, os residentes devem seguir estas etapas:
  • Lave imediatamente a picada ou ferida com água e sabão por pelo menos 15 minutos.
  • Aplique um antisséptico na ferida.
  • Procure atendimento médico de um profissional de saúde para avaliar seu risco e discutir as opções de tratamento.

O Toronto Public Health apontou um aumento de 62% nos relatos de pessoas mordidas e/ ou arranhadas por guaxinins entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021, em comparação com a média de dois anos entre 2018 e 2019.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
4.7%
7.7%