MENU

03/03/2021 às 19h00min - Atualizada em 03/03/2021 às 19h00min

Alek Minassian é considerado criminalmente responsável pelo ataque à van em Toronto que matou 10

Assassino cumprirá pena de prisão perpétua em uma prisão federal

Redação North News
com informações do CP24
Foto: Divulgação
 
A Justiça determinou que Alek Minassian, homem que atropelou e matou 10 pessoas com uma van em Toronto, é criminalmente responsável pelo ataque. Ele foi declarado culpado de 10 acusações de assassinato em primeiro grau e 16 acusações de tentativa de homicídio.

Em sua decisão de 58 páginas, a juíza do Tribunal Superior de Ontário, Anne Molloy, disse que o acusado tinha um "cérebro funcional e racional" e passou um tempo considerável planejando e pesando as consequências do ataque.

“Em vários momentos durante suas avaliações por vários especialistas, ele descreveu suas ações como sendo 'devastadoras', 'desprezíveis', 'chocantes', 'moralmente terríveis', 'uma coisa horrível' e 'irredimível'", disse Molloy em sua decisão.

Minassian admitiu dirigir uma van de carga alugada nas calçadas ao longo de um trecho movimentado da Yonge Street em North York na tarde de 23 de abril de 2018, deliberadamente derrubando pedestres em seu caminho.

O ataque custou a vida de Munir Abdo Habib Najjar de 85 anos, Chul “Eddie” Min Kang de 45 anos, Anne Marie D'Amico de 30 anos, Dorothy Sewell de 80 anos, 55 anos de idade Beutis Renuka Amarasingha, Mary Elizabeth Forsyth de 94 anos, So He Chung de 22 anos, Andrea Bradden de 33 anos, Geraldine Brady de 83 anos e Ji Hun Kim de 22 anos.

Muitos dos outros 16 que ficaram feridos, mas sobreviveram ao ataque, sofreram ferimentos traumáticos, incluindo ferimentos graves na cabeça. Uma vítima, Beverly Smith, de 81 anos, sofreu danos tão significativos nas pernas que tiveram que ser amputadas acima do joelho.

Durante o julgamento de seis semanas, os advogados do assassino, de 28 anos, argumentaram que ele não deveria ser considerado criminalmente responsável (NCR) por suas ações devido ao diagnóstico de Transtorno do Espectro do Autismo (ASD).

Uma pessoa é considerada NCR se sofria de um transtorno mental que a tornava “incapaz de avaliar a natureza e a qualidade do ato ou omissão ou de saber que era errado”, de acordo com a Seção 16 do Código Penal.

Acredita-se que seja a primeira vez que o ASD é usado como o único diagnóstico para uma defesa do NCR em um julgamento de assassinato no Canadá e o ônus recai sobre a defesa de provar seu caso além de qualquer dúvida razoável.

A decisão de Molloy agora significa que Minassian cumprirá pena de prisão perpétua em uma prisão federal pelos crimes. Uma audiência de sentença, que será realizada em 18 de março, determinará em que ponto ele poderá se candidatar à liberdade condicional. O homicídio em primeiro grau acarreta um período de inelegibilidade de liberdade condicional obrigatória de 25 anos, mas o juiz poderia decidir sobre um período de inelegibilidade mais longo com base no número de vítimas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.9%
4.0%
8.1%