MENU

05/03/2021 às 08h15min - Atualizada em 05/03/2021 às 08h15min

Metrô TTC terá estações fechadas no fim de semana e na semana que vem; veja quais

Fechamentos ocorrem entre os dias 5 e 11 de março

Redação North News
com informações do Daily Hive
Foto: Bernard Weil/Toronto Star
 
Haverá fechamentos no metrô Toronto Transit Commission (TTC) em partes da Linha 1 no fim de semana e também na semana que vem para realização de trabalhos no projeto e atualizações do VLT Eglinton Crosstown.
 
Começando às 23h de 5 a 7 de março, o serviço de metrô das estações Finch para St. Clair não estará disponível devido à continuidade da construção em Eglinton Crosstown.
 
Os ônibus estarão operando e parando em cada estação ao longo da rota, com uma equipe do TTC disponível para ajudar os clientes nos locais de embarque e desembarque.
 
Segundo o TCC, “o lado da Universidade da Linha 1 e o ônibus 97 Yonge também estarão disponíveis como alternativas”.
 
A estação North York Center estará fechada, no entanto, todas as outras estações permanecerão abertas para vendas PRESTO e acesso a rotas de superfície e Linha 4.
 
De acordo com o TTC, na estação Sheppard-Yonge, as entradas e saídas automáticas na Yonge Street e Poyntz Avenue e na Yonge Street e Anndale Drive estarão fechadas.
 
Na York Mills Station, a entrada e saída da Old York Mills Road estarão fechadas. As entradas e saídas automáticas na Ranleigh Avenue e Bedford Park Avenue na Lawrence Station também estarão fechadas.
 
De 8 a 11 de março, o serviço de metrô das estações Finch para Eglinton terminará todas as noites às 23h para atualizações de túneis e sinais, bem como trabalhos de trilhos.
 
Em nota no seu site oficial, o TCC disse que, embora faça a maior parte da manutenção do metrô na conclusão do serviço todas as noites, “continua a exigir fechamentos nos finais de semana e no início da semana para concluir a infraestrutura crítica e o estado de bom reparo, bem como atualizações de sinal ATC”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%