MENU

10/03/2021 às 18h04min - Atualizada em 10/03/2021 às 18h04min

Militar que invadiu residência oficial de Trudeau é condenado a 6 anos de prisão e multa de $100.000

Corey Hurren, de 46 anos, atualmente é fabricante de salsichas e enfrentava 22 acusações

Redação North News
com informações do The Canadian Press
Foto: GrindHouse Fine Foods/Facebook
 
O militar da reserva de Manitoba que arrombou o portão de Rideau Hall, a residência oficial do primeiro-ministro Justin Trudeau, e caminhou armado pelo local, em julho do ano passado, foi condenado, nessa quarta-feira, a seis anos de prisão.
 
Corey Hurren, de 46 anos, que atualmente é fabricante de salsichas, enfrentou 21 acusações de porte de arma e uma de ameaça ao primeiro-ministro.
 
No mês passado, ele se declarou culpado de oito acusações, entre elas uma por causar intencionalmente $100.000 em danos ao portão de Rideau Hall.
 
De acordo com a sentença do juiz do Tribunal de Ontário, Robert Wadden, Hurren receberá um ano de ‘crédito’ pelo tempo que passou preso, o que significa que ele ainda enfrentará cinco anos preso.
 
Os promotores buscavam uma sentença de seis anos, dizendo que as ações de Hurren representavam uma séria ameaça à segurança pública.
 
Já o advogado de Hurren buscou uma sentença menor, descrevendo-o como um membro trabalhador da sociedade que sofreu dificuldades financeiras durante a pandemia Covid-19 que o colocou em um estado de depressão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%