MENU

18/03/2021 às 09h01min - Atualizada em 18/03/2021 às 09h01min

Creches no Canadá em apuros financeiros e fechando as portas com os custos subindo

Centros em 27 das 37 cidades pesquisadas relataram, em média, quedas de matrícula de mais de 20%

Redação North News
com informações do The Canadian Press
Foto: Getty Images
 
Um novo relatório sobre o custo de creches no Canadá diz que muitos provedores de creches estão em apuros financeiros, já que a pandemia revelou como o sistema depende excessivamente das taxas crescentes dos pais.

O relatório anual do Canadian Centre for Policy Alternatives conclui que os custos com creches continuaram a subir na maior parte do país no ano passado, com aumentos anuais variando entre 1% em lugares como Ottawa, Regina e Halifax, até 21% em Brampton..

Quatro cidades pesquisadas mostraram pequenas quedas gerais de preços: Vancouver, Moncton, Whitehorse e Yellowknife. Poucas creches pesquisadas disseram que aumentaram as taxas devido à Covid-19.

Muitas creches em todo o país foram forçadas a fechar durante a primeira onda da pandemia, causando interrupções na vida profissional dos pais e uma queda em suas fileiras na força de trabalho.

O relatório, no entanto, descobriu que, depois de reaberto, houve uma queda nas inscrições que, em alguns casos, foi tão grave que os centros perderam de 20 a 30 crianças, terminando com menos de cinco matriculadas.

As listas de espera também pareceram desaparecer à medida que muitos centros relataram repentinamente ter vagas para crianças.

Agora, as creches estão prestes a fechar sem a entrada de taxas parentais, o que, segundo os autores do relatório, representa um problema para a recuperação econômica que os liberais federais terão de abordar em sua prometida política de creches.

Em todas as cidades fora de Quebec, que tem seu próprio sistema de financiamento público, as creches tinham em média 10% menos crianças no outono de 2020 do que em fevereiro do ano passado, antes da pandemia. O relatório diz que centros em 27 das 37 cidades pesquisadas relataram, em média, quedas de matrícula de mais de 20%.

As razões para as quedas tiveram a ver com uma combinação de fatores, incluindo menos funcionários e preocupações dos pais com saúde e segurança.

O que a pesquisa também descobriu foi que quanto mais altas as taxas, maior a probabilidade de os pais retirarem seus filhos dos cuidados. O oposto foi o caso em que as taxas eram mais baixas, disse o co-autor do relatório David Macdonald.

Ele disse que um efeito semelhante foi observado no que diz respeito ao desemprego: com o aumento da perda de empregos, o número de matrículas diminuiu.

“Se essa queda nas matrículas começar a afetar a quantidade de vagas disponíveis, então isso se tornará um obstáculo para as economias locais, onde vemos essas grandes quedas nas matrículas”, disse Macdonald, economista sênior do
Canadian Centre for Policy Alternatives.

“Mas também (torna-se) um obstáculo para a economia nacional, pois se torna mais difícil para os pais encontrarem vagas para seus filhos, para que possam voltar a trabalhar ou procurar um emprego, ou voltar para a reciclagem.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.4%
5.2%
8.4%