MENU

10/12/2020 às 10h30min - Atualizada em 10/12/2020 às 10h30min

Canadá dará residência permanente a refugiados que trabalham na área de saúde

Inscrições começam dia 14 de dezembro e o solicitante principal pode indicar seus familiares no Canadá em sua inscrição

Júnior Mendonça
Foto: @marcomendicino/Twitter
O Ministério da Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (IRCC, na sigla em inglês) vai aceitar, a partir da próxima segunda-feira, 14 de dezembro, pedidos de residência permanente de refugiados que trabalham no setor de saúde no Canadá e fornecem atendimento direto ao paciente.

FORA DE QUEBEC Para se inscrever, as pessoas que residem em todo o Canadá, fora de Quebec, devem enviar um pedido de residência permanente ao IRCC. O ministério avaliará a elegibilidade e garantirá que os requisitos de elegibilidade sejam atendidos para que os candidatos possam, ou não, receber residência permanente.

QUEBEC Os candidatos que residem em Quebec devem primeiro solicitar residência permanente no IRCC. Depois que o IRCC determinar que os candidatos atendem aos requisitos da Política de Interesse Público Temporário, o Ministério de Imigração, Francização e Integração de Quebec validará se eles atendem às condições de seleção e emitirá um Certificado de Seleção de Quebec. Nesse caso, o IRCC concederá residência permanente aos candidatos assim que todos os requisitos de elegibilidade forem atendidos.

INSCRIÇÕES As inscrições serão aceitas de 14 de dezembro a 31 de agosto de 2021 e o solicitante principal pode indicar seus familiares no Canadá em sua inscrição. “Todos os candidatos deverão atender aos requisitos de elegibilidade existentes, incluindo aqueles relacionados ao crime, segurança e saúde”, detalhou o IRCC em nota.

Requisitos para os interessados no programa especial

Segundo o IRCC, os interessados devem, entre outras coisas:

- ser um requerente de asilo, cuja reivindicação está pendente ou foi rejeitada, que fez uma reivindicação antes de 13 de março de 2020 e que continuou a residir no Canadá quando seu pedido de residência permanente nos termos desta política de interesse público foi apresentado;

- ter recebido uma autorização de trabalho após o pedido de asilo;

- tenham trabalhado em uma profissão designada para fornecer cuidados diretos ao paciente, em um hospital, instalação de cuidados de longo prazo ou em uma casa pública ou privada com serviços, ou para uma organização que fornece serviços de saúde para idosos em casa ou em estabelecimento ou para deficientes em residências particulares;
- possuir um Certificado de Seleção de Quebec se o candidato pretende residir em Quebec;

- atender aos requisitos de elegibilidade existentes, incluindo aqueles para verificações de antecedentes criminais, verificações de segurança e exames de saúde.

ATENÇÃO O IRCC explica ainda que alguns requerentes de asilo não teriam permissão para fazer o pedido de residência permanente, como aqueles cujo pedido de refugiado foi considerado inadmissível e não pôde ser encaminhado ao Conselho de Imigração e Refugiados do Canadá, ou aqueles cujo pedido foi retirado.

“Reconhecemos a dedicação de muitos requerentes de asilo que levantaram a mão para servir enquanto passamos por uma situação única e sem precedentes. Os canadenses são gratos pelos requerentes de asilo e pelo trabalho que estão fazendo durante a pandemia. Graças a esta medida especial, destacamos sua contribuição excepcional para garantir a eles um futuro mais seguro no Canadá", afirmou Marco E. L. Mendicino, ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%