MENU

30/10/2020 às 07h00min - Atualizada em 30/10/2020 às 07h00min

=Canadá quer 1,2 milhão imigrantes até 2023; foco é criar empregos e recuperar a economia

Governo canadense quer recuperar a economia e afirma que os imigrantes são essenciais nesse processo; os imigrantes são proprietários de 30% de todos as empresas com pessoal remunerado do Canadá

Júnior Mendonça
Foto: Ilustrativa/Richard McGuire
 
O Canadá está aumentando as suas metas de imigração até 2023 e para isso pretende autorizar a entrada de 1.233.000 imigrantes nos próximos três anos. O anúncio do Plano de Níveis de Imigração de 2021-2023 foi feito nessa sexta-feira (30) pelo Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania (IRCC, na sigla em inglês), Marco Mendicino.

O plano de níveis é uma projeção de quantos residentes permanentes serão admitidos no Canadá, estabelecendo metas e intervalos para admissões gerais, bem como para cada categoria de imigração.

ESSENCIAL “A imigração é essencial para nos ajudar a superar a pandemia, mas também para nossa recuperação econômica de curto prazo e nosso crescimento econômico de longo prazo”, disse Mendicino. Em nota, o ministro afirmou que a pandemia destacou a contribuição dos imigrantes para o bem-estar do Canadá, em todos os setores da economia.

Segundo Mendicino, o sistema de saúde canadense depende dos imigrantes, assim como indústrias, empresas de tecnologia da informação, entre outras áreas. “Nossos agricultores e produtores também contam com o talento dos recém-chegados para manter cadeias de suprimentos, expandir seus negócios e, por sua vez, criar mais empregos para os canadenses”, diz a nota. Atualmente, os imigrantes representam 33% de todos os proprietários de empresas com pessoal remunerado e 25% dos trabalhadores do nosso setor da saúde do Canadá.
RECUPERAÇÃO A chegada desses imigrantes é esperada para ajudar a economia canadense a se recuperar da pandemia da Covid-19. O aumento nas admissões ao longo dos próximos três anos também acontece para compensar o déficit em 2020, causado pelas severas restrições da pandemia.

PLURIANUAL Segundo o IRCC, embora inscrições para imigrar ao Canadá ainda sejam aceitas durante a pandemia, as restrições globais levaram a uma diminuição nas admissões. O plano vai “compensar o déficit e garantir que o Canadá tenha os trabalhadores de que precisa para preencher lacunas cruciais do mercado de trabalho e permanecer competitivo no cenário mundial”. Com o Plano de Níveis de Imigração de 2021-2023 o governo canadense quer receber 401.000 residentes permanentes em 2021, 411.000 em 2022 e 421.000 em 2023.

RESIDÊNCIA Em março, o Canadá fechou suas fronteiras para a maioria dos imigrantes na tentativa de reduzir a disseminação do novo coronavírus. O governo esperava receber 341.000 imigrantes em 2020, mas havia feito apenas 128.425 em agosto de 2020. Por conta da incerteza quanto à reabertura das fronteiras, Mendicino afirmou que o governo buscará ampliar e acelerar o caminho para que os imigrantes que já moram no Canadá obtenham a residência permanente.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%