MENU

13/04/2021 às 08h32min - Atualizada em 13/04/2021 às 08h32min

Agências dos EUA recomendam suspensão no uso da vacina Janssen

Assim como a AstraZeneca, os órgão investigam formações de coágulos no sangue

Beatriz Kina
Agências de saúde dos EUA estão recomendando uma pausa no uso da vacina Janssen contra a covid-19 devido a investigações de casos de formações de coágulos no sangue de pessoas vacinadas. 

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e a Food and Drug Administration (FDA) estão revisando dados envolvendo seis casos relatados nos EUA de um tipo raro e grave de coágulo sanguíneo denominado trombose do seio venoso cerebral (CVST). "Todos os seis casos ocorreram entre mulheres com idades entre 18 e 48 anos, e os sintomas ocorreram 6 a 13 dias após a vacinação", afirmou o CDC em um comunicado. 

Segundo o órgão, esse tipo de coágulo precisa ser tratado de forma diferente. Enquanto coágulos comuns podem ser tratados com um anticoagulante chamado heparina, esse mesmo medicamento, se usado para tratar esse tipo específico de coágulo, pode ser perigoso. 

Está agendada para esta quarta-feira (14) uma reunião do Comitê Consultivo em Práticas de Imunização (ACIP, na sigla em inglês) para que os casos sejam analisados. "Até que esse processo seja concluído, estamos recomendando uma pausa no uso desta vacina por uma abundância de cautela", disse o CDC.

Apesar da suspensão, o órgão voltou a afirmar que esses eventos adversos parecem ser "extremamente raros". "Pessoas que receberam a vacina J&J que desenvolveram forte dor de cabeça, dor abdominal, dor nas pernas ou falta de ar dentro de três semanas após a vacinação devem entrar em contato com seu médico."

Até essa segunda-feira (12), mais de 6,8 milhões de doses da vacina Johnson & Johnson (Janssen) foram administradas nos EUA. 

No Canadá, a vacina foi autorizada no início da março pela Health Canada. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
4.7%
7.6%