MENU

04/05/2021 às 14h06min - Atualizada em 04/05/2021 às 14h06min

Toronto lança projeto para coleta de cocô de cachorro inicialmente em 10 lixeiras especiais na cidade

Se for bem-sucedida, a iniciativa será expandida para 30 caixas por mais três meses e, em seguida, para 100 caixas por mais seis meses

Júnior Mendonça
com informações da City of Toronto
Foto: City of Toronto
 
Toronto está iniciando, nessa semana, um piloto para testar a coleta de dejetos de cães em lixeiras de rua.

A primeira fase do piloto terá duração de três meses e inclui 10 lixeiras em parques e áreas com alta concentração de cães.

Um compartimento em cada uma das caixas piloto foi convertido para aceitar dejetos de cães. Esses compartimentos são etiquetados com adesivos e só devem ser usados ​​para descartar dejetos de cães.

As primeiras 10 lixeiras do projeto piloto estão nos seguintes locais: 1989 Queen St. E., 125 Homewood Ave., 10 Niagara St. (três caixas), 45 Dunfield Ave., 55 Rosehill Ave., 88 Broadway Ave., 150 Kilgour Rd., Lakeshore Blvd E. e Northern Dancer Blvd.

"Eu incentivo os residentes que virem essas novas lixeiras a usá-las quando estiverem com seus cachorros. Esta iniciativa é um grande exemplo de como nossa cidade está facilitando para que nossos residentes ajudem a manter nossas ruas limpas e a manter os materiais do aterro sanitário que não precisam estar lá", afirmou o prefeito de Toronto, John Tory.


De acordo com a prefeitura de Toronto, o piloto é uma resposta a observações de campo e auditorias de resíduos, mostrando um aumento constante na eliminação de dejetos de cães em lixeiras.

"Uma auditoria da primavera de 2020 identificou 45% dos resíduos (por peso) em lixeiras de rua como material orgânico e 99% desse material orgânico como resíduos de cães. O objetivo do piloto é ver se a coleta de dejetos de cães em lixeiras de rua é viável e pode ajudar a cidade a desviar mais material orgânico do aterro", divulgou a prefeitura em nota.

"O novo piloto de lixeiras de rua apóia os esforços da cidade para reduzir a contaminação por reciclagem em lixeiras de espaços públicos. Toronto teve sucesso com programas semelhantes no passado, incluindo a instalação de caixas verdes em parques com áreas sem coleira para cães. Este programa desviou 450 toneladas de material orgânico desde o seu início em 2018".

A nota da prefeitura garante que se a primeira fase do piloto for bem-sucedida, "a iniciativa se expandirá para 30 caixas por mais três meses e, em seguida, para 100 caixas por mais seis meses".

No caso de lixeiras de rua onde não há compartimento para dejetos de cachorro, os moradores devem jogá-los no lixo ou levar para casa e colocar na lixeira verde. "Os dejetos dos cães nunca devem ser colocados na reciclagem. Qualquer saco pode ser usado para excrementos de cães; não precisa ser compostável", finalizou a prefeitura.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%