MENU

19/05/2021 às 09h46min - Atualizada em 19/05/2021 às 09h46min

Mortes por overdose de opióides aumentaram 75% em Ontário durante a pandemia

Crise dos opióides está piorando fora das grandes cidades da província; número de overdoses quase dobrou nos centros rurais e urbanos de médio porte

Júnior Mendonça
com informações do The Canadian Press
Memorial feito para pessoas que morreram de overdoses de opiáceos em Sudbury, Ontário (Foto: Gino Donato/The Globe And Mail)
 
A crise de opiáceos de Ontário piorou durante a pandemia, com sem-teto e desempregados responsáveis ​​por uma parcela significativa das overdoses fatais.

De acordo com um novo relatório, divulgado nessa quarta-feira pela Ontario Drug Policy Research Network, do St. Michael's Hospital, em Toronto, as overdoses fatais de opióides aumentaram mais de 75% após o surgimento da pandemia Covid-19, em comparação com o ano anterior.

“É alarmante porque esses aumentos nas mortes por overdose continuam inabaláveis. Historicamente, não vimos uma urgência de ação por parte dos governos para resolver isso, mas precisamos”, airmou Tara Gomes, co-autora do relatório.

A Saúde Pública de Ontário, o escritório do legista-chefe e o serviço de patologia forense da província contribuíram para o relatório que examinou as mortes por opiáceos em 2019 e 2020.

O relatório disse que 2.050 pessoas morreram de overdoses de opióides entre março e dezembro de 2020, em comparação com 1.162 no mesmo período em 2019 - um aumento de pouco mais de 75%.

“A pandemia Covid-19 realmente acelerou a taxa de overdoses fatais de opióides em toda a província. Isso se deve em parte ao suprimento cada vez mais imprevisível de medicamentos contaminados e altamente tóxicos, mas também às mudanças no acesso aos serviços de saúde, bem como aos locais onde as pessoas estão morando, e à falta de apoio que as pessoas agora têm na comunidade".

O fentanil está tendo um efeito mais mortal, de acordo com os pesquisadores.

“O papel do fentanil como contribuinte direto para as mortes relacionadas aos opioides continuou a aumentar durante a pandemia, aumentando para uma prevalência de 87%", disse o relatório.

O maior aumento de overdoses fatais foi observado entre aqueles com idade entre 25 e 44 anos, com 1.109 pessoas desse grupo morrendo durante a pandemia, em comparação com 608 mortes no mesmo período em 2019.

A grande maioria de todas as mortes relacionadas aos opióides foram acidentais, disse o relatório.

De acordo com Gomes, a crise dos opióides afetou muito mais as pessoas marginalizadas.

O relatório descobriu que cerca de metade das mortes por opióides antes e durante a pandemia ocorreram entre pessoas que estavam desempregadas no momento em que morreram.

O número de pessoas sem-teto que morreram de overdoses mais do que dobrou durante a pandemia, de 135 mortes no mesmo período do ano anterior para 323 mortes em 2020.

E parece que alguns dos programas destinados a ajudar os sem-teto durante a pandemia, como viver em seus próprios hotéis ou quartos de motel em vez de abrigos, foram prejudiciais.

“Observamos mudanças relativamente grandes na localização das mortes relacionadas aos opioides durante a pandemia entre as pessoas que viviam sem-teto. Um aumento significativo nas mortes relacionadas aos opioides ocorreu em hotéis, motéis e pousadas”, explicou Gomes.

O relatório aponta ainda que cerca de três quartos das pessoas morrem apenas de overdoses de opióides, uma estatística que não mudou durante a pandemia.

"Muitas dessas mortes são evitáveis e ter mais serviços de apoio nos hotéis ou um espaço seguro para usar drogas ajudaria. Isso reforça os perigos do uso de drogas quando você está sozinho e acho que é provavelmente por isso que vemos tantos danos nesses hotéis”.

A crise dos opióides também parece estar piorando fora das grandes cidades de Ontário.

O número de mortes quase dobrou nos centros rurais e urbanos de médio porte. Das 34 unidades de saúde pública da província, 15 viram suas mortes por opioides dobrarem, grande parte no norte e sudoeste de Ontário.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%