MENU

24/05/2021 às 13h53min - Atualizada em 24/05/2021 às 13h53min

Toronto é a primeira cidade do Canadá a receber aplicativo de copos reutilizáveis

Os clientes podem ficar com o recipiente por até 14 dias

Redação North News
Foto: Divulgação/ Rede Social
Toronto é a primeira cidade do Canadá a receber um aplicativo que oferece copos reutilizáveis. O projeto nasceu em Singapura, na Ásia, e promete ser uma boa opção para quem não quer mais usar os copos descartáveis. 

O Muuse é uma empresa que faz parceria com cafés para fornecer copos reutilizáveis. Para usar o programa é necessário baixar o aplicativo, disponível na Apple Store e Google Play, e depois localizar os cafés que estão cadastrados. Em Toronto os copos estão disponíveis em nove locais:  Pomarosa, Poured, bare market, Lazy Daisy's, Extra Butter, Full of Beans, Golden Gecko, Unboxed Market e Birds and Beans. 

Já no café, você pode pedir ao barista que prepare sua bebida para viagem em um copo Muuse. Todos os copos possuem um QR Code que você deve digitalizar com o aplicativo. Depois disso confirme a compra e aproveita seu tempo com o copo. Os clientes podem ficar com o copo por até 14 dias. 

 


Para retornar:
  • Abra o aplicativo Muuse e localize a lixeira
  • Digitalize o código QR localizado na lixeira com o aplicativo Muuse
  • Digitalize o código QR no copo com o aplicativo Muuse
  • Coloque o copo na lixeira 

Depois disso, os copos passam por uma higienização e retornam para as lojas. 
 


Sobre a escolha do Canadá, a marca explica que os consumidores daqui "querem soluções convenientes para suas atividades favoritas". "87% dos consumidores canadenses dizem ter preocupações sobre o impacto ambiental dos plásticos de uso único e os programas de reutilização oferecem uma alternativa sustentável." 

Aqueles que quiserem testar o aplicativo podem fazer uma avaliação gratuita de 30 dias, e depois fazer o cadastro para um pacote de assinatura de $ 5 por mês ou $ 45 por ano ($ 3,75 por mês).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.3%
4.2%
8.5%