MENU

25/05/2021 às 11h08min - Atualizada em 25/05/2021 às 11h08min

Casal que teve bebê dentro de carro ganha um ano grátis na Rodovia 407

Parto improvisado e felizmente um sucesso foi filmado pelo pai, que é vlogger

Redação North News
com informações da CTV News Toronto
Foto: 407 ETR/Twitter
 
Uma família de Ontário está recebendo um ano de viagens gratuitas na Rodovia 407, depois de ter um bebê à beira da estrada na última semana.

Troy e Erika Campbell estavam usando uma câmera de painel para registrar sua jornada até um hospital de Whitby em 17 de maio, quando o vídeo deu uma guinada inesperada.

De repente, as contrações de Erika começaram a ocorrer com mais frequência. No vídeo, ela pode ser ouvida dizendo que precisa começar a empurrar.

“Você tem que empurrar? O que você quer dizer com você tem que empurrar?", diz o marido.

Os Campbells estavam dirigindo na Rodovia 407 em Pickering, Ontário, e ainda estavam a pouco mais de 10 minutos do hospital mais próximo. Seguindo as instruções da parteira, Troy parou no acostamento e ligou para o 911.


“Vou ter um bebê no 407”, ouve-se Erika chorando para o despachante do 911 quando eles atendem ao telefone.

Troy corre para o lado de sua esposa no carro e após um breve momento, o terceiro filho do casal nasce. Logo após o parto, Erika e o recém-nascido foram levados de ambulância ao hospital, onde receberam um atestado de saúde.

“Aconteceu tão rápido”, disse Troy ao CTV News Channel alguns dias depois. “Você passa por tantas emoções, fica com medo, está muito animado, estressado, como todos esses tipos de emoções.”

Na sexta-feira, a empresa que administra a Rodovia com Pedágio Expresso 407 enviou um tweet de comemoração parabenizando a família pelo nascimento de Nova Campbell.

A empresa disse que vai dar aos pais um ano de viagens gratuitas na rodovia, além de um vale-presente para compensar o custo da cadeirinha para o recém-nascido e seus irmãos. “Parabéns a esta linda família”, eles tuitaram.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.1%
4.3%
8.6%