MENU

07/07/2021 às 19h09min - Atualizada em 07/07/2021 às 19h09min

God save the referee

Inglaterra vence Dinamarca na prorrogação e vai enfrentar Itália na Final da Euro

Leandro Mendonça
Twitter/@EURO2020

Os Fantasmas de Wembley voltaram ao país 55 anos depois. Novamente, favorecendo a Inglaterra em uma decisão na prorrogação. Vamos entender melhor essa história mais tarde…

 

Nesta quarta-feira, Inglaterra e Dinamarca se enfrentaram pela semifinal da Euro-2021, em Wembley. A seleção da casa era tida como favorita, pois enfrentou adversários menos qualificados e não havia levado gols até o momento. Os dinamarqueses vinham de uma classificação suada contra a República Tcheca e não podiam contar com seu principal jogador desde o início da competição.

 

Mesmo sendo considerada zebra, a Dinamarca abriu o marcador aos 29 minutos da primeira etapa com Damsgaard, de falta. O atacante cobrou com maestria, por cima da cabeça dos jogadores da barreira (como nos videogames) e contou com a indecisão de Pickford, que demorou a pular na bola. Aos 37, Sterling arrematou forte, dentro da área e obrigou Schmeichel a fazer linda defesa. Aos 39, a grande punição. Saka aproveita belo passe de Harry Kane, vai à linha de fundo e rola para o meio da pequena área. Kjaer tentou interceptar o passe, que chegaria limpo para Sterling, mas acabou colocando a bola dentro da sua meta.

 

No segundo tempo, logo aos 9 minutos, Maguire cabeceou com primor após escanteio. Schmeichel precisou se esticar todo para defender a bola, que entraria no canto direito. Essa foi a melhor chance inglesa no tempo complementar.

 

FANTASMA INGLÊS

 

O técnico Gareth Southgate começou a prorrogação fazendo duas substituições. Henderson e Foden entraram no meio campo para acelerar as jogadas. E por 10 minutos, os dinamarqueses conseguiram se defender, até que…

 

Sterling recebeu bola na direita, se desvencilhou da marcação e caiu na área, configurando o pênalti. O VAR foi acionado e confirmou a decisão do árbitro. Mas o contato com o atacante inglês não fica nítido e nem se caracteriza como falta, em vista que Sterling projeta o corpo para frente depois de perder o contato com a bola. Mas os Fantasmas de Wembley não podiam deixar de agir (como na Copa de 1966, contra a Alemanha). Harry Kane aproveitou o rebote de Schmeichel de colocou para o fundo do gol.

 

O resto foi pura formalidade, pois a Dinamarca mal conseguia andar em campo. Dos 11 aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação, os ingleses tocaram bola sem avançar em direção a meta adversária. O fim estava decretado!

 

Domingo, Itália e Inglaterra vão decidir a Euro-2021, em Wembley, às 16h de Brasília. O jogo vai marcar o “retorno do futebol para casa” ou o bicampeonato da Azzurra, que não perde há 33 jogos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
4.7%
7.6%