MENU

09/07/2021 às 12h00min - Atualizada em 09/07/2021 às 12h00min

Covid-19: Variante Lambda, da América do Sul, chega ao Canadá

Já estão sendo monitorados 11 casos da variante no país

Redação North News
680 News
Fusion Medical Animation

OTTAWA - Diretora de saúde pública, Dra. Theresa Tam, diz que a última variante de interesse na pandemia de COVID-19 apareceu em pequenos números no Canadá.

 

Tam diz que a variante Lambda, identificada pela primeira vez no Peru, foi confirmada em 11 casos canadenses até o momento, mas acrescenta que é muito cedo para saber o quão difusora é ou que impacto poderia ter.

 

“Em nível nacional, sabemos de 11, mas pode haver outras nas províncias que estão sendo reunidas neste momento”, disse ela.

 

Lambda foi descoberto pela primeira vez em agosto de 2020, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) apenas a classificou como uma "variante de interesse" em meados de junho deste ano, depois que começou a aparecer em vários países e foi descoberto que continha mutações que poderiam deixar o vírus mais infeccioso ou resistente às vacinas existentes.

 

As variantes são versões mutadas do coronavírus que causa o COVID-19, que ocorre naturalmente à medida que o vírus se espalha.

 

Angela Rasmussen, virologista da Universidade de Saskatchewan, diz que a maioria das versões mutantes do vírus não são problemáticas, mas ocasionalmente o vírus tem uma chance de “sorte” e sofre mutação de uma forma que o torna mais forte.

 

Ela diz que as vacinas para COVID-19 são tão boas que, mesmo que não sejam tão fortes contra algumas variantes, ainda estão fazendo um ótimo trabalho em evitar que a maioria das pessoas fiquem gravemente doentes e não devemos esperar que Lambda seja diferente.

 

A variante Delta tornou-se a cepa predominante em algumas províncias, incluindo Ontário, onde é mais prevalente.

 

A partir de 2 de julho, o número de reprodução efetiva da Delta, R (t), que corresponde ao número médio de infecções adicionais causadas por uma infecção, é de 0,98.

 

Um R (t) maior que um indica crescimento exponencial, de acordo com a Tabela Consultiva de Ciência de Ontário.

 

Em 5 de julho, o R (t) de todas as variantes COVID-19 combinadas era de 0,86, mas em 8 de julho, a porcentagem estimada de casos predominantemente da variante Delta ficava em 83,8%.

 

 

Tam, por sua vez, acrescenta que o país está “dentro do alcance” de vacinar totalmente quatro em cada cinco canadenses elegíveis contra COVID-19.

 

Mais de 40 milhões de doses foram administradas até agora, com 78% das pessoas com 12 anos ou mais recebendo pelo menos uma dose.

 

Cerca de 44% dos canadenses elegíveis receberam duas doses da vacina.




Co-autora: Amanda Rodrigues Leal

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.5%
5.1%
8.3%