MENU

21/07/2021 às 16h20min - Atualizada em 21/07/2021 às 16h20min

Casos de coronavírus em Tóquio atingiram seu máximo em 6 meses a apenas 2 dias antes do início dos Jogos

Existe uma preocupação mundial sobre como os Jogos Olímpicos vão afetar o tratamento global de combate ao Covid-19

Redação North News
CTV News
AP Photo/Hiro Komae

As infecções por COVID-19 em Tóquio atingiram seu máximo em seis meses nesta quarta-feira (21), com a cidade-sede dos Jogos Olímpicos registrando 1.832 novos casos apenas dois dias antes do início dos Jogos.

 

Tóquio está atualmente em seu quarto estado de emergência, que vai durar até 22 de agosto, cobrindo toda a duração das Olimpíadas que começam na sexta-feira, 23, e terminam em 8 de agosto. Os fãs estão proibidos de visitar todos os locais na área de Tóquio, com público limitado em poucos locais remotos.

 

"O que nos preocupa agora está realmente acontecendo", disse o presidente da Associação Médica Japonesa, Toshio Nakagawa, em uma entrevista coletiva semanal. "O aumento de casos era esperado, quer tenhamos as Olimpíadas ou não, e temos medo de que haja um aumento explosivo de casos, independente das Olimpíadas."

 

Os especialistas observaram que os casos de pessoas mais jovens não vacinadas estão aumentando drasticamente à medida que a campanha de inoculação do Japão perde força devido à incerteza no fornecimento. Muitos dos casos graves ocorrem na casa dos 50 anos.

 

As vacinações do Japão começaram tarde e lentamente, mas o ritmo acelerou dramaticamente em maio por várias semanas enquanto o fornecimento de vacinas importadas se estabilizava e o governo do Primeiro-Ministro Yoshihide Suga pressionava desesperadamente para acelerar a campanha antes das Olimpíadas.

 

Cerca de 23% dos japoneses estão totalmente vacinados, ainda muito aquém dos níveis que se acredita terem qualquer efeito significativo para reduzir os riscos para a população em geral.

 

O Japão teve cerca de 84.800 infecções e mais de 15.000 mortes desde o início da pandemia, a maioria desde a última onda em janeiro.

 

Especialistas alertaram nesta quarta-feira que as infecções de Tóquio só piorariam nas próximas semanas. O Dr. Norio Ohmagari, membro do painel de especialistas do governo metropolitano de Tóquio, disse que a média de casos diários de Tóquio pode chegar a cerca de 2.600 em duas semanas se continuar no ritmo atual.

 

O governo de Suga foi criticado pelo que alguns dizem ser a prioridade das Olimpíadas à saúde do país. Seus índices de apoio caíram para cerca de 30% em pesquisas recentes da mídia, e há pouca festa antes dos Jogos.

 

O Dr. Shigeru Omi, o principal conselheiro médico do governo, pediu na semana passada às autoridades que intensificassem as medidas contra o vírus e pedissem às pessoas que evitassem viagens para fora da cidade.

 

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, que está no Japão, expressou esperança de que os fãs sejam permitidos se a situação melhorar, mas Omi disse que isso seria impossível.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.5%
5.1%
8.3%