MENU

24/07/2021 às 09h18min - Atualizada em 24/07/2021 às 09h18min

O ciclista canadense Michael Woods termina em quinto lugar na corrida de rua, a milissegundos do pódio

Richard Carapaz leva o oura para Equador

Redação North News
CTV News
THE CANADIAN PRESS/Frank Gunn

TÓQUIO - A estratégia do ciclista canadense Michael Woods o colocou a uma curta distância da vitória, mas no final das contas ele quase não conseguiu garantir um lugar no pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

O ciclista de Ottawa liderou a maior parte da emocionante corrida de rua masculina de 234 quilômetros no Fuji International Speedway, mas cruzou a linha de chegada em quinto lugar, milissegundos fora do pódio.

 

Richard Carapaz, do Equador, venceu a corrida depois de criar uma lacuna entre seus oponentes mais próximos nos trechos finais da corrida - um grupo que incluía Woods. Carapaz cruzou a linha de chegada em seis horas, cinco minutos e 26 segundos.

 

Carapaz subiu ao degrau mais alto do pódio, com o belga Wout van Aert em segundo lugar e o vencedor do Tour de France, Tadej Pogacar, da Eslovênia, em terceiro.

 

Woods esteve envolvido neste sprint final com nove ciclistas, mas não conseguiu obter a vantagem final sobre van Aert e Pogacar.

 

Com cerca de 40 quilômetros pela frente, Woods assumiu a liderança ao lado de Pogacar e do americano Brandon McNulty.

 

O trio foi ultrapassado por dois grupos de quatro ciclistas e, finalmente, pelo alemão Maximilian Schachmann e Simon Yates, da Grã-Bretanha.

 

McNulty e Carapaz, terceiro lugar no Tour de France deste ano, começaram a romper com 24 quilômetros restantes na corrida. Woods não conseguiu seguir e foi pego pelo grupo de perseguição.

 

Carapaz deu um último empurrão e conseguiu se distanciar de McNulty, rumo ao ouro.

 

O condecorado piloto holandês Bauke Mollema foi quarto.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%