MENU

26/07/2021 às 14h26min - Atualizada em 26/07/2021 às 14h26min

Mary Simon tem 'aquele toque especial', diz sua irmã de Québec

Simon, que é Inuk, tomou posse oficialmente nesta segunda-feira como a primeira governadora-geral indígena do Canadá

CBC News
https://www.cbc.ca/news/canada/north/mary-simon-installation-north-reacts-1.6117344
Imagem via Flipboard

Mary Simon tem "todas as qualidades" de uma governadora-geral, diz sua irmã mais nova, Madge Pomerleau.

 

"Tenho certeza de que ela fará um ótimo trabalho, ela tem aquele toque especial", disse Pomerleau em uma entrevista na semana passada na vila de Kuujjuaq, no nordeste de Québec, onde elas cresceram.

 

“Ela sempre teve aquela determinação especial de fazer algo - algo concreto que ajudasse as pessoas”, disse Pomerleau. "Ela entendeu, ela é uma pessoa muito boa, muito forte e muito honesta."

 

Pomerleau disse que há "tanto caos" no Canadá agora, e alguém como sua irmã - que foi empossada como a primeira governadora-geral indígena do Canadá na segunda-feira - pode fazer com que grupos "trabalhem juntos e tornem as coisas melhores".

 

Pomerleau e Simon cresceram com mais duas irmãs e quatro irmãos - Simon era o mais velho das meninas.

 

Pomerleau disse não estar surpresa que sua irmã tenha sido escolhida para ser o 30º governadora-geral do Canadá, e ela gostaria que seus pais estivessem por perto para ver isso acontecer.

 

"Eles teriam ficado muito orgulhosos", disse ela sobre seus pais, que estão enterrados em Kuujjuaq.

 

Durante a infância, Pomerleau disse que a família "nunca ficava no mesmo lugar" por muito tempo - e certa vez passou o inverno em uma cabana construída por seu pai.

 

"Foi uma experiência muito boa para todos", disse ela. "Nós fomos como nômades por um tempo, meu pai nos dava aulas em casa e tudo mais."

 

Simon é bilíngue em inglês e inuktitut, mas sua nomeação foi criticada por alguns porque ela não fala francês. Ela foi educada em uma escola federal na região de Nunavik e disse que não teve a oportunidade de aprender a língua quando criança - mas que tentaria aprender.

 

"Eu acredito em Mary, quando ela diz algo, ela o faz", disse Pomerleau.

 

'Escolha muito boa', diz o premier Nunavut

 

Joe Savikataaq, o premier de Nunavut, disse estar confiante de que Simon também terá aulas e se tornará fluente nos três idiomas.

 

Ele a chamou de uma "escolha muito boa" para governadora-geral.

 

“Ela tem experiência em política e em lidar com pessoas e é indígena”, disse ele. "Tenho certeza de que ela se sairá bem em seu trabalho."

 

Ele disse que a "melhor parte" para os moradores de Nunavut é que Simon é Inuk - e é o momento certo para ter um indígena no papel.

 

"Eu diria aos canadenses que eles podem apenas olhar para o histórico dela.

 

"Ela fez um trabalho muito bom em qualquer portfólio e função que teve que desempenhar."

 

'Ela sabe de onde vem', diz um conhecido de longa data

 

Nellie Kusugak, ex-comissária de Nunavut, disse à CBC News que ficou "em êxtase" quando soube da nomeação de Simon. Isso "levou os Inuit a um pedestal que nem consigo imaginar", disse ela.

 

"Não tinha palavras para descrever o que estava sentindo naquele dia", disse Kusugak.

 

"Isso me trouxe de volta para quando eu estava indo para a escola, que muitos de nós foram informados de que não seríamos nada muito importante ou significativo."

 

Kusugak disse que Simon trabalhou com seu falecido marido, Jose Kusugak, e que ela "sempre a admirou".

 

"Ela sabe de onde vem, ela sabe quem ela é", disse Kusugak. “Ela passou por tudo como indígena e já lutou todas essas batalhas antes.

 

"Não vai ser nada novo para ela."

 

 

Coautoria: Viktória Matos

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%