MENU

27/07/2021 às 17h11min - Atualizada em 27/07/2021 às 17h11min

SIU liberta policiais de tiros fatais em Minden, Ontário, em julho passado

De acordo com investigações, os policiais estavam se defendendo

Redação North News
CTV News
Harrison Perkins

A vigilância policial de Ontário inocentou os policiais envolvidos em um tiroteio que deixou um homem de 73 anos morto no condado de Haliburton em julho passado.

 

A Unidade de Investigações Especiais de Ontário (SIU) disse que Leslie Hegedus tinha "intenção de matar policiais" quando atirou em policiais fora de sua casa.

 

A polícia foi chamada a um supermercado Valu-Mart na Rodovia 35 em Minden, Ontário, na manhã de 15 de julho de 2020. Eles disseram que Hegedus, de 73 anos, estava dentro da loja, recusando-se a usar máscara e agredindo funcionários.

 

Testemunhas relataram que ele saiu da loja, errando por pouco atropelar pedestres e carrinhos de compras com seu veículo.

 

Os policiais então seguiram Hegedus em uma curta perseguição que foi cancelada.

 

Horas depois, a polícia foi se encontrar com Hegedus em sua casa em Indian Point Road, a leste de Haliburton, quando se viram sob fogo.

 

A SIU disse que Hegedus estava escondido nos arbustos e atirou duas vezes contra um dos policiais, levando-os a correr para se proteger e pedir ajuda.

 

A SIU disse que os dois policiais que chegaram trocaram tiros com Hegedus e ele levou três tiros.

 

Hegedus foi levado para o hospital, onde foi declarado morto.

 

A SIU disse que não foram encontrados fundamentos razoáveis ​​para acreditar que os dois policiais agiram ilegalmente e que o uso da força para atirar em Hegedus foi razoável e proporcional.

 

Em seu relatório, o diretor da SIU, Joseph Martino, disse que "não pode haver dúvida de que o Sr. Hegedus tinha a intenção de matar policiais".


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%