MENU

29/07/2021 às 10h46min - Atualizada em 29/07/2021 às 10h46min

Alberta deve eliminar as regras de quarentena de COVID-19 à medida que aumenta o número de casos entre os não vacinados

A maior parte das hospitalizações e mortes vem das pessoas que tomaram apenas uma ou nenhuma dose da vacina

Redação North News
CTV News
Government of Alberta

EDMONTON - Alberta está suspendendo muitas das restrições restantes do COVID-19 nos próximos dias, à medida que a doença continua a infectar Albertanos não vacinados.

 

A Diretora Médica de Saúde, Dra. Deena Hinshaw, em sua primeira aparição desde 29 de junho, disse que a província mudará sua resposta de saúde pública e suspenderá uma série de medidas relacionadas à quarentena, isolamento e máscaras.

 

A partir desta quinta-feira (29), os contatos próximos de casos COVID-19 não serão mais obrigados a quarentena, mas o isolamento ainda será necessário para casos positivos e pessoas com sintomas.

 

Em 16 de agosto, as pessoas com teste positivo para COVID-19 não serão mais obrigadas a entrar em quarentena, mas a província irá recomendá-lo. Albertanos com sintomas de COVID-19 não serão solicitados a fazer o teste, mas a ficar em casa até se sentirem melhor. E duas semanas depois, os testes COVID-19 estarão disponíveis apenas para pessoas que precisam ir ao hospital ou consultar um médico.

 

Máscaras não serão obrigatórias no transporte público, caronas e táxis a partir de 16 de agosto, anunciou a província. Algumas máscaras ainda podem ser necessárias em hospitais ou instalações de cuidados continuados.

 

'POR FAVOR, SE VACINE'

 

Hinshaw relatou 194 novos casos de COVID-19 e uma taxa de positividade de 2,9% em sua atualização.

 

"Os casos aumentaram recentemente, quase inteiramente entre aqueles que não foram totalmente vacinados, como esperávamos que provavelmente aconteceria quando as pessoas entrassem em contato próximo umas com as outras novamente", disse Hinshaw.

 

Desde 1º de julho, quando a província suspendeu a grande maioria de suas restrições, as pessoas não imunizadas totalmente foram responsáveis ​​por 95% dos casos de COVID-19, 94% das hospitalizações e 95% das mortes causadas pela doença, acrescentou Hinshaw.

 

Até a terça-feira (27), 75,6% dos habitantes elegíveis receberam uma dose e 64,3% estavam totalmente imunizados.

 

"Ainda precisamos aumentar esses números, mas isso é um progresso encorajador", disse Hinshaw à mídia.

 

Existem 84 albertanos com COVID-19 no hospital e 18 na UTI. Apenas um dos pacientes da UTI tem duas doses, disse Hinshaw.

 

"Por favor, vacine-se. Se você ainda não tomou as duas doses, agora é a sua vez."


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%