MENU

04/08/2021 às 11h46min - Atualizada em 04/08/2021 às 11h46min

Mais canadenses dizem que o pior do COVID-19 ainda está por vir, à medida que a variante Delta se espalha

Médicos alertam que a quarta onda está iniciando no país

Redação North News
CP24
THE CANADIAN PRESS/Frank Gunn

OTTAWA - Uma nova pesquisa sugere que mais canadenses acreditam que o pior da pandemia de COVID-19 não passou, já que aumentam as preocupações com uma quarta onda de infecções provocada pela disseminação da variante Delta, altamente contagiosa.

 

54% dos entrevistados em uma pesquisa online realizada por Leger e a Association for Canadian Studies disseram que o pior da crise do COVID-19 já passou, em comparação com 63% que acreditavam nisso em uma pesquisa no mês passado.

 

O vice-presidente executivo da Leger, Christian Bourque, disse que há uma queda de 9% na porcentagem de pessoas que acreditam que o pior já passou e um aumento de 6% na porcentagem daqueles que afirmam que o pior ainda está por vir.

 

"Estamos vendo um impacto de toda a conversa em torno da variante Delta", disse ele. "Está assustando alguns canadenses."

 

A pesquisa também descobriu que 73% dos canadenses acreditam que os governos não deveriam suspender todas as restrições relacionadas ao COVID-19 no momento.

 

Bourque disse que esse número subiu três pontos desde que outra pesquisa fez a mesma pergunta no mês passado.

 

A pesquisa online com 1.534 canadenses adultos foi realizada entre 30 de julho e 1º de agosto, e não pode ser atribuída uma margem de erro porque pesquisas baseadas na Internet não são consideradas amostras aleatórias.

 

O principal médico do Canadá alertou na semana passada que o país está no início de uma quarta onda de COVID-19 que pode levar a um forte ressurgimento em caso de as restrições de saúde pública serem suspensas antes que as taxas de vacinação aumentem.

 

"A trajetória dependerá de um aumento contínuo na cobertura total da vacina e do momento, ritmo e extensão da reabertura", disse a Dra. Theresa Tam na sexta-feira, 30, ao revelar a nova modelagem do COVID-19.

 

"Embora algum ressurgimento seja esperado ao passo que as medidas são atenuadas, este modelo atualizado mostra que, se mantivermos os níveis atuais de vacinação em toda a comunidade, teremos um aumento modesto nos casos."


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%