MENU

04/08/2021 às 13h59min - Atualizada em 04/08/2021 às 13h59min

O Canadá estende os benefícios da pandemia até 23 de outubro

O planejamento era que os benefícios fossem gradualmente encerrados até o outono, mas o cenário acabou não saindo como o planejado

CTV News
https://www.ctvnews.ca/health/coronavirus/canada-extends-pandemic-benefits-through-to-oct-23-1.5529354
Imagem de Noah /Unsplash

O governo federal está pisando no freio em seus planos de acabar com os programas de ajuda à pandemia neste verão, decidindo, em vez disso, congelar os benefícios nos níveis atuais e estender a ajuda por mais um mês além da data de término planejada anteriormente.

 

A decisão significa que os subsídios salariais e de aluguel para empresas e apoio à renda para trabalhadores desempregados ou que precisam se ausentar para cuidar da família ou ficar em casa por doença, vão durar até 23 de outubro.

 

As taxas de subsídio de salários e aluguéis se manterão nos níveis atuais até setembro, evitando o declínio planejado anteriormente.

 

Da mesma forma, os três benefícios de "recuperação" para os trabalhadores continuarão pagando US $300 por semana, e mais quatro semanas de elegibilidade serão adicionadas a um máximo de 54 semanas.

 

As mesmas semanas extras estarão disponíveis para os trabalhadores que esgotaram seus benefícios do seguro-emprego.

 

O governo estima que o pacote de ajuda reformulado custará US $3,3 bilhões adicionais, sendo dois terços disso para os benefícios de recuperação e um terço para os apoios às empresas.

 

Até 18 de julho, o governo pagou US $87,1 bilhões por meio de subsídios salariais e US $5,24 bilhões a mais em alívio de aluguel desde o lançamento dos programas. Em 25 de julho, os três benefícios de "recuperação" somados geraram US $26,9 bilhões.

 

Os liberais haviam planejado eliminar gradualmente a ajuda à pandemia, prevendo uma recuperação suficiente no outono para que muitas das medidas não fossem mais necessárias.

 

A ministra das Finanças, Chrystia Freeland, disse na sexta-feira que ainda havia muitas empresas e trabalhadores que não se recuperaram totalmente, observando que o país demorou um pouco mais para eliminar a terceira onda da pandemia do que o governo esperava.

 

"E eu sei que todos nós estamos observando cuidadosamente a variante Delta e estamos preocupados com isso", disse ela em um evento em Hamilton, Ontário.

 

“Do ponto de vista do governo, é essencial fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para garantir que a recuperação econômica do país seja rápida e robusta e que ninguém seja deixado para trás”.

 

O Statistics Canada disse na sexta-feira que sua estimativa preliminar é de que a economia cresceu 0,7 % em junho, após dois meses de declínio, e que o produto interno bruto cresceu a uma taxa anualizada de 2,5% no segundo trimestre.

 

A atividade econômica total no final de junho ainda estava cerca de um por cento abaixo dos níveis pré-pandêmicos, e o mercado de trabalho era cerca de 340.000 empregos, ou quase dois por cento, abaixo dos níveis vistos em fevereiro de 2020.

 

A Federação Canadense de Negócios Independentes disse que o anúncio do governo fornece alguma pista adicional para muitas pequenas empresas que ainda estão tentando voltar aos níveis normais de vendas.

 

O grupo, que representa 95 mil pequenas empresas em todo o país, também pede ao governo uma extensão da ajuda até que a recuperação esteja mais avançada.

 

"As pequenas empresas desejam substituir subsídios por vendas, mas muitas empresas continuam enfrentando uma falta significativa de demanda devido a restrições de capacidade, fechamento de fronteiras e clientes hesitantes em retornar às atividades normais", disse o presidente Dan Kelly em um comunicado.

 

Ao estender os benefícios agora até outubro e manter os subsídios de salário e aluguel nas taxas atuais até setembro, os liberais travaram as mudanças antes de uma chamada eleitoral esperada no mês que vem, que em grande parte colocaria uma pausa na formulação de políticas.

 

Eles ainda poderiam ser estendidos ainda mais: medidas orçamentárias aprovadas pelo Parlamento em junho dão ao governo a capacidade de estender a ajuda por mais um mês, se necessário, até o final de novembro.

 

O líder do NDP, Jagmeet Singh, disse que um mês extra de ajuda, embora bem-vindo em face da ameaça de uma quarta onda, não é suficiente para as pessoas em setores duramente atingidos, como o turismo, que podem não ver uma recuperação até o próximo ano.

 

"Os liberais estão mais focados em mergulhar o país em uma eleição durante uma pandemia", disse ele em um comunicado. “As famílias canadenses e as pequenas empresas não precisam de eleições agora. Elas precisam de ajuda enquanto estivermos em uma pandemia”.

 

Na sexta-feira, Freeland também fez um apelo para que as pessoas sejam vacinadas se forem elegíveis e ainda não o fizeram.

 

"A política econômica mais importante no Canadá hoje é que todos que podem ser vacinados saiam e sejam vacinados", disse ela. "Temos nos saído tremendamente bem, mas ainda há aquele último quilômetro a percorrer".

 

 

Coautoria: Viktória Matos

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%