MENU

13/08/2021 às 18h05min - Atualizada em 13/08/2021 às 18h05min

Canadá determinará vacinação para passageiros aéreos, marítimos e ferroviários

Quem não puder se vacinar por ordens médicas provavelmente terá que passar por testes e triagens antes de embarcar

Redação North News
Daily Hive
Getty Images
As pessoas que desejam pegar um voo, transporte marítimo ou trem no Canadá em breve terão que provar que estão totalmente imunizadas contra o COVID-19.
 
As autoridades canadenses anunciaram nesta sexta-feira (13) que todos os passageiros aéreos comerciais, passageiros de trens interprovinciais e passageiros de navios de cruzeiro precisarão ser totalmente imunizados.

 
O anúncio foi feito durante uma entrevista coletiva virtual com o Ministro de Assuntos Intergovernamentais, Dominic LeBlanc, e o Ministro dos Transportes, Omar Alghabra.
 
“Para os poucos que não podem ser vacinados, acomodação ou medidas alternativas, como testes e triagem, podem ser determinados em cada situação”, disse Alghabra.
 
Todos os trabalhadores dos setores de transporte ferroviário, aéreo e marítimo também precisarão ser totalmente imunizados.
 
Leblanc também anunciou que todos os funcionários públicos que trabalham para o governo federal precisariam mostrar prova de imunização até o final de outubro.
 
“É um passo muito importante com a variante Delta sendo mais transmissível”, disse ele. “As vacinas são de longe a arma mais eficaz na luta contra o COVID-19.”
 
Os setores regulamentados pelo governo federal e as corporações da Coroa, incluindo a CBC e os Correios do Canadá, também precisarão criar políticas de vacinação até o final de outubro.
 
Leblanc disse que o governo atualmente não sabe que proporção de funcionários públicos está totalmente imunizado, mas ele espera que seja a maioria deles.
 
Ele confirmou que as acomodações serão feitas para os funcionários que não puderem ser vacinados por razões médicas legítimas.
 
“Esperamos que outros setores sigam nosso exemplo e estabeleçam um padrão semelhante para seus funcionários”, disse Alghabra. “Queremos nos proteger contra a perda de todas as vitórias que conquistamos.”


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%