MENU

26/08/2021 às 15h14min - Atualizada em 26/08/2021 às 15h14min

Operadores canadenses de cuidados de longo prazo devem fazer cumprir a política de vacinas obrigatórias

Com a quarta onde aumentando no país, a preocupação com idosos moradores dessas instituições aumenta

Redação North News
680 News
THE CANADIAN PRESS/Darryl Dyck
Um grupo das principais operadoras canadenses de cuidados de longo prazo exigirá a vacinação contra o COVID-19 para todos os funcionários neste outono.
 
Chartwell Retirement Residences, Extendicare, Responsive Group Inc., Revera Inc. e Sienna Senior Living divulgaram hoje (26) uma declaração conjunta sobre o plano.
 
O grupo diz que os funcionários que não estiverem totalmente vacinados até 12 de outubro serão colocados em licença sem vencimento.
 
A vacinação também será exigida para novos contratados, alunos e demais funcionários que trabalham com as empresas.
 
O grupo diz que não espera que a nova política afete os níveis de pessoal.
 
“A segurança de nossos residentes em lares de longa permanência e lares de idosos, que confiam em nós para fornecer os cuidados e serviços de que precisam, é primordial”, disse o grupo no comunicado. “Essa política aumentará seu nível de segurança e melhorará a qualidade de vida dos residentes, reduzindo a necessidade de isolamento e a interrupção das atividades diárias que resultam de restrições a surtos”.
 
A coalizão de operadores domésticos afirma que os funcionários não vacinados têm maior probabilidade de trazer o vírus para o trabalho à medida que as taxas de infecção aumentam.
 
Quase 4.000 residentes de cuidados de longa duração morreram de COVID-19 desde o início da pandemia, à medida que lares em todo o país enfrentavam grandes surtos.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.4%
4.8%
7.8%