MENU

28/08/2021 às 09h08min - Atualizada em 28/08/2021 às 09h08min

Health Canada aprova a vacina Moderna contra o COVID-19 para idades de 12 a 17

Foram meses de testes e pesquisas antes da aprovação

Redação North News
680 News
Robin Utrecht/ABACAPRESS.COM

A Health Canada e a Public Health Agency of Canada (PHAC) autorizaram o uso da vacina Moderna contra o COVID-19 em crianças entre 12 e 17 anos.

 

Anteriormente, a vacina Moderna só era permitida em pessoas com 18 anos de idade ou mais.

 

Em uma série de tweets, Health Canada e PHAC disseram que a decisão de expandir o uso de Moderna veio depois de "uma revisão científica completa e independente das evidências" descobrir que é seguro e eficaz para essa faixa etária.

 

As agências dizem que continuarão monitorando de perto a segurança da vacina.

 

Em meados de agosto, 75% das crianças nessa faixa etária haviam recebido pelo menos uma dose e 59% estavam totalmente vacinadas.

 

A Health Canada também diz que o Comitê Consultivo Nacional de Imunização se reunirá na próxima semana para discutir se as vacinas de reforço devem ser oferecidas a pessoas com sistema imunológico comprometido.

 

Ontário já começou a oferecer reforços para receptores de transplantes, pessoas com alguns tipos de câncer no sangue e residentes em lares de longa permanência.

 

Em maio, a Health Canada aprovou a vacina Pfizer-BioNTech para crianças de 12 a 15 anos, após ter sido inicialmente aprovada para maiores de 16 anos.

 

A Health Canada levou apenas algumas semanas para aprovar a Pfizer para jovens e não explicou por que a revisão da Moderna levou mais de dois meses.

 

A Europa aprovou a vacina Moderna para crianças há mais de um mês. Os Estados Unidos ainda não a autorizaram para adolescentes.

 

A vacina da Pfizer, no entanto, foi aprovada para adolescentes no momento em que aumentavam as preocupações com casos raros de miocardite - inflamação do músculo cardíaco - e pericardite, inflamação do saco ao redor do coração - particularmente em pessoas mais jovens.

 

No Canadá, 557 casos das duas síndromes já foram diagnosticados em pessoas que receberam uma ou duas doses da vacina de COVID-19, 96% das quais receberam Pfizer ou Moderna. Metade das pessoas que desenvolveram a síndrome tinha entre 12 e 29 anos.

 

No geral, a taxa das síndromes ocorreu em menos de uma em 100.000 pessoas que receberam a vacina.

 

O Comitê Consultivo Nacional de Imunização disse em um comunicado na sexta-feira (27) que recomendava que crianças entre 12 e 17 anos recebessem ambas as doses de Pfizer ou Moderna, observando que havia levado em consideração as preocupações com miocardite e pericardite.

 

A diretora de saúde pública, Dra. Theresa Tam, disse em sua atualização semanal por escrito que, como a Pfizer foi usada por quase dois milhões de adolescentes já vacinados, algumas províncias e territórios podem querer apenas continuar a usá-la, pois estão mais familiarizados com seus efeitos colaterais .

 

Mas ela disse que a Moderna ainda é segura para essa faixa etária.

 

Tanto a Pfizer quanto a Moderna estão no meio de testes de suas vacinas para crianças menores de 12 anos, com resultados esperados neste outono.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%