MENU

31/08/2021 às 17h06min - Atualizada em 31/08/2021 às 17h06min

Postagens online 'tóxicas' tem impacto negativo sobre os eleitores das eleições federais

Partido mais afetado é o Partido Liberal

Redação North News
680 News
THE CANADIAN PRESS/Chris Young

Se você acessou o Twitter ou outras mídias sociais online durante a campanha para as eleições federais, poderá notar muitas postagens desagradáveis ​​sobre políticos e partidos políticos.

 

Um grupo diz que esse tipo de comportamento online está tendo um impacto negativo no engajamento dos eleitores.

 

Sabreena Delhon com o Samara Center for Democracy disse ao 680 NEWS que um bot que eles criaram analisou mais de meio milhão de tweets sobre a eleição federal nas primeiras semanas da campanha. O centro descobriu que mais de um quarto dos tweets analisados ​​podem ser rotulados como "tóxicos".

 

“Sentimos que a situação está piorando”, diz Delhon.

 

De acordo com a análise, 7% dos tweets foram rotulados como "gravemente tóxicos", o que o grupo diz serem tweets que usam linguagem chula e são ameaçadores. Outros 20% foram rotulados como "tóxicos", o que significa que eram rudes ou hostis por natureza.

 

Os resultados sugerem que o Partido Liberal enfrenta a maior toxicidade nas redes sociais e o NDP, a menor.

 

PARTIDOS EM ORDEM DECRESCENTE DOS QUE MAIS RECEBERAM TOXICIDADE ONLINE ATÉ O MOMENTO:

 

Partido Liberal (The Liberal Party)

Partido Conservador (The Conservative Party)

Partido Verde (The Green Party)

Bloco Quebequense (The Bloc Quebecois)

Partido Novo Democrático (The New Democratic Party)


O líder do Partido Liberal, Justin Trudeau, foi considerado o candidato que mais recebeu tweets tóxicos. De acordo com a análise, 24%, ou quase 19.000 dos tweets recebidos por Trudeau foram classificados como tóxicos.

 

A análise descobriu que as mulheres que ocupavam cargos no Partido Liberal enfrentaram a maior parte da toxicidade online. Elas receberam cinco vezes mais abusos nas redes sociais do que homens no mesmo partido. Diversos candidatos também eram mais propensos a enfrentar o abuso online.

 

Embora 27% dos tweets possam não parecer muito, o grupo diz que eles têm um impacto no engajamento dos eleitores. Outros estudos mostraram que muitas pessoas têm medo de se envolver em discussões políticas online devido a possíveis reações.

 

“As pessoas têm medo de participar de conversas políticas online”, diz Delhon. “Há uma maioria de canadenses que se sente assim.”

 

A análise do Samara Center não analisou quem é o responsável pelos tweets, mas Delhon diz que todos os partidos têm uma oportunidade de se apresentar e tentar eliminar a toxicidade que vemos online.

 

Os dados analisados ​​vieram antes dos protestos anti-vacinação que interromperam eventos de campanha de fim de semana para o líder liberal Justin Trudeau.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%