MENU

29/09/2021 às 17h10min - Atualizada em 29/09/2021 às 17h10min

Até o momento não há registros de não conformidade no programa de certificado de vacina em Toronto

Os certificados de vacina entraram em vigor em 22 de setembro

Redação North News
CP24
THE CANADIAN PRESS/Cole Burston
A cidade de Toronto afirma não ter feito nenhuma acusação contra as empresas por não cumprirem o novo programa de certificado de vacina contra o COVID-19 de Ontário, lançado há uma semana.
 
Em uma coletiva de imprensa do COVID-19 na tarde desta quarta-feira (29), as autoridades municipais confirmaram que nenhuma multa foi emitida desde que o programa de comprovação de vacinação entrou em vigor em 22 de setembro.
 
“Não tivemos que apresentar nenhuma acusação em resposta às investigações que foram concluídas e acho que isso apenas fala sobre a atmosfera geral e a taxa de conformidade geral que existe”, disse o chefe dos bombeiros Matthew Pegg à mídia.
 
O prefeito John Tory disse que está satisfeito com a forma como o programa está indo até agora e que a cidade recebeu apenas algumas reclamações.
 
“Recebemos pouco mais de 500 reclamações em uma cidade de três milhões de pessoas e com milhares de empresas. Recebemos pouco mais de 500 reclamações de todas as fontes - Toronto Public Health, 311, a polícia - e isso ao longo de uma semana”, disse Tory.
 
Tory enfatizou que o pequeno número de reclamações não é um problema e que a maioria das empresas e residentes estão cumprindo as novas regras.
 
“A grande maioria das empresas e pessoas que trabalham duro e cumpridoras da lei estão seguindo o que eu acho que elas vieram a entender como uma regulamentação muito prática que visa o melhor interesse de nossa saúde coletiva e no melhor interesse, francamente, em manter esses mesmos negócios abertos junto com escolas e locais de entretenimento e esportes”, disse ele.
 
O novo programa visa criar espaços internos mais seguros em meio a uma quarta onda da pandemia.
 
Os habitantes de Ontário são obrigados a apresentar prova de vacinação contra o vírus em negócios não essenciais, incluindo cinemas, academias e restaurantes internos.
 
Aqueles com exceções médicas e menores de 12 anos, que ainda não são elegíveis para uma vacina, estão isentos do programa.
 
A cidade diz que adotou uma abordagem educacional para fazer cumprir os certificados de vacinas, pois alguns indivíduos e empresas podem estar mal informados ou não entender o programa.
 
“Em geral, o que estamos experimentando é que ainda há alguma confusão e alguns mal-entendidos com relação aos requisitos”, disse Pegg. “Podemos fornecer alguma assistência para esclarecer essas coisas e trabalhar com as empresas para garantir que tenham o entendimento e as ferramentas de que precisam para estar em conformidade.”
 
Quando a cidade recebe uma chamada sobre empresas não conformes, as equipes de fiscalização respondem às reclamações com prioridade, disse Pegg.
 
As equipes de fiscalização, então, decidem que ação é necessária para responder eficazmente à reclamação.
 
A província disse que indivíduos e empresas podem enfrentar uma multa de cerca de US $ 750 e US $ 1.000, respectivamente, por não conformidade.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.2%
7.6%