MENU

25/11/2021 às 12h59min - Atualizada em 25/11/2021 às 12h59min

Partido Verde tem seu primeiro líder transexual e de ascendência do leste asiático

Amita Kuttner, 30, liderará o partido de forma interina até o ano que vem

Redação North News
City News
Getty

Os parlamentares do Partido Verde escolheram um astrofísico não-binário como líder interino de seu partido.

 

Amita Kuttner, especialista em buracos negros, foi nomeado na quarta-feira pelo Conselho Federal dos Verdes para liderar o partido até que um novo líder seja eleito no ano que vem.

 

Kuttner, 30, será a pessoa mais jovem, bem como a primeira pessoa trans e descendente do leste asiático a liderar um partido político federal.

 

Paul Manly, o ex-parlamentar que perdeu sua cadeira na Colúmbia Britânica nas eleições de setembro, retirou-se na quarta-feira da corrida pela liderança. Sua retirada da disputa em uma carta ao conselho surpreendeu os verdes veteranos, gerando especulações de que ele pode concorrer à eleição para liderar o partido permanentemente.

 

Manly, que foi apoiado pela ex-líder Elizabeth May, disse que atualmente está “assumindo outros projetos” em sua comunidade.

 

Kuttner, que se posicionou contra Annamie Paul pela liderança verde no ano passado, tem sido um defensor vocal de ações para enfrentar as inundações e as mudanças climáticas.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
5.1%
7.3%